Vivendo o amor de Cristo

Vaidade.

  • 16/2/2011
  • 12:13 AM

  

A vaidade é  muleta...

E muleta é “mula” pequena.

Jesus...

Gênio, sábio, ser sem igual.

Adentra Jerusalém, em uma “mulinha”...

recoberto pela glória popular.

Não o fez em um cavalo imponente

para gritar sua humildade ao mundo?

Não.

Acaso o mundo já não sabia que ali

havia apenas um carpinteiro de Nazaré?

Não nos esqueçamos,

trata-se do mestre, do  libertador.

Tudo nele é alimento.

Há momentos em que a vaidade é libertária.

A vaidade, repare, foi amparo caridoso

do um calvário vislumbrados adiante.

Eis o rei da paz, da paz interior....

Senhor de si e de todas as compreensões humanas.

Deu-se, como devemos, todos nós;

o direito de “refugiar-se” em suma vaidade.

Ante o proprio holocausto.

Eis um eximio conhecedor do pender

da própria “balança interior”...

Quando nos depararmos com “tolos vaidosos”

quando formos tolos e vaidosos...

Relevemos..

Vislumbremos os calvários...

Recordemos o Senhor.

 

Vi tudo o que se faz debaixo do sol, e eis: tudo vaidade, e vento que passa.

                                                                                    (Eclesiastes 1,14)

 

 

"Deixe seu pedido de oração em comentários,vamos orar! Deus te abençõe."

 




 

Comentários deixe um comentário


Página Anterior | Página 54 de 576 | Próxima Página