Betimartins- Poesias - Contos- Reflexões e Cronicas

Os aprendizes!

04:50 PM, 22/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 



Os aprendizes!

 

Como os seres humanos são buscadores de amor, sugadores de amor, aprendizes do amor.

 

Sem ele, algo morre dentro de si, seria como uma tormenta, um navio a deriva no mar, uma cidade sem habitantes, sem flores, sem arvores, sem jardins e por ai fora.

 

Fechem os olhos e se imaginem num lugar, magnífico, com verdes jardins, cascata de água correndo, dentro da cascata os pequeninhos peixinhos nadando, pedras multicores, brilhando com o sol a refletir os seus raios, os pequenos cristais reluzindo na luz do sol.

 

Imaginem uns lindos bancos, confortáveis, lembrem-se daqueles que gostariam de ter nesse belo jardim, ali sentados.

 

Tragam-nos, vejam todos eles a chegarem, vejam o seu deslumbre, a sua alma aquietar, respirem o ar que ali se faz sentir, leve, perfumado, inalem lentamente e deixem-se ir, apenas, ir...

 

Observem as flores, com atenção e compreensão, vejam o que as rodeiam, apurem os vossos sentidos, olhem as lindas borboletas, quantas cores variadas, elas voam delicadamente, como se fosse uma dança, um agradecimento a sua flor.

 

Visualizem as arvores, observem-nas, olhem para o alto delas, vejam seus galhos, observem lentamente e observe a vida que ali habita, quantas aves, quantos insetos, escutem o canto delas, o canto dos anjos. A brisa, apenas embala as folhas e os grandes galhos da arvores, observe, apenas...

Veja o Sol entrar através dos ramos, olhe a luz, como ela é bela, tentem olhar mais o sol, sintam o calor, a sua luz entrar na sua mente, tudo fica laranja, tudo fica intenso.

 

Conversem com os seus familiares, deixem de lado os problemas, os desentendimentos, as vossas diferenças em casa, aqui são todos iguais, imagine o mundo exatamente assim, um mundo repleto de paz, harmonia e muito amor.

 

Escutem as risadas felizes das crianças brincando, todas vestidas de branco, exatamente vestidas da mesma forma. Vejam seus cabelos de cor negra, castanha, loura e vermelha, seus tons de pele de varias cores, seus olhos de cores variadas, olhem e vejam toda a sua alegria, o seu vibrar no amor.

 

Uma chega do teu lado e dá-te um abraço bem apertado, entregando-te uma bela rosa branca, símbolo de sua pureza e amor. Sinta esse seu abraço, sinta a leveza de seu ser, deixe-se conduzir apenas e não deixe nenhum pensamento o magoar e interferir, apenas se liberte, deixe ir embora toda a tua dor e toda a tua magoa.

 

Pense em alguém que já magoou, pense no perdão desse alguém, imagine o quanto seu coração se sente aliviado em tirar esse peso dentro de si, perdoe-se e perdoe incondicionalmente, perdoe apenas, perdoando-se também.

 

Escute o barulho do rio, escute as suas águas correndo, sinta o cheiro delas e toda a sua frescura e daquele lugar, respire ainda mais fundo e relaxe, deixe-se ir, olhe a sua volta e veja o que acontece ali, o calor, o que crianças que foram brincar na água, vejam as pedras brancas e negras brilhando dentro de água, veja com elas estão arrumadas, em perfeita sintonia.

 

Deixe-se ir, mergulhe os seus pés na água, sinta-a, vamos, sinta-a sem medo, sente-se refrescado, aliviado até, sente-se como quase renovado e sua alma purificada, não tema é mesmo assim.

 

Quer conter as suas lágrimas não consegue, elas teimam em cair, olhe a sua volta, veja tudo e reflita porque tudo o que partilhou é apenas a vida.

 

Seu coração quer mudar, quer abrir partes que desconhecia, escute a voz que dele surge suave e meiga. Não tema, apenas escute a sua voz, ele fala sabia e como ele fala, aprenda a o ouvir.

 

Psiu! Escute a voz, aquela voz, a tão falada voz que provem do coração, mas por acaso sabem quem é que fala? O vosso Deus que em vós habita o vosso templo, a vossa divindade e ele, estiveram sempre ai, esperando pacientemente o vosso despertar neste dia.

 

É afinal Deus sempre esteve ai contigo, foi tão paciente e por isso mesmo aprendam a agradecer tudo o que recebem e tudo o que lhes é ofertado gratuitamente, pois apenas estamos aqui, para aprender algo tão grandioso como é o amor e nada mais, o resto nada levam um dia daqui...

 

 

Betimartins

 

www.betimartins.prosaeverso.net



Cansei–me poema da tua poesia

04:39 PM, 22/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 



A coruja na minha janela.

09:17 PM, 14/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 



A coruja na minha janela.


 


Escutei o bater de asas, repentino,
era veloz, demasiado bela, de olhos penetrantes, fortes, quase acendia e
ofuscava a minha alma, porque eu sentia ela, arrancar a verdade de mim mesma...


 


Desde criança sempre escutei que
coruja era sinônimo de mau, pressagio, agouro dizia o povo lá da terra...
Entranhei o medo dentro de mim, recusando a olhar esse pássaro grandioso e
belo.




Por vezes escutava seu piar, consecutivo, tive anos uma família mesmo em frente
da minha casa, até que um dia uma veio por fim visitar.


 


Olhei, petrificada com o bater de
asas longas na minha janela, era de grande porte, castanha com olhos amarelos
diria que quase ameaçadores, mas ao mesmo tempo, belos, sublimes e profundos.


 


Quase arrancou da alma o meu saber,
a minha duvida e os meus medos escondidos. Queria não a olhar, mas era mágico,
um momento único que ninguém sabe quando desconhece o desconhecido da sabedoria.


 


Procurei saber dela, que era ela na
nossa vida cotidiana, com grande espanto eu vi que ela mesma era o símbolo da
sabedoria, símbolo das universidades, dos estudiosos. Ela que tudo via e que
nada passava despercebido ao seu lado sem que ela mesma enxergasse, coisa que
nós humanos nem temos essa percepção.


 


Tive curiosidade de saber quem ela
era, no lado místico, também uma verdadeira revelação, símbolo de sabedoria, de
evolução e não símbolos do mal como muitos anexaram a ela por ignorância e medo
de se olharem a si mesmo, olharem dentro de si no mais profundo de seus
sentimentos e julgamentos.


 


Muitos a relacionavam as bruxas,
feiticeiros e curandeiros, pensando bem quem no passado fazia isso? Seriam
também alguns deles estudiosos, alquimistas da cura da alma?


 


Hoje para mim eu já consigo olhar
no olhar da coruja, sem medo de ela enxergar o meu lado mais obscuro da minha
alma porque sei que ela sabe que eu, quase sei quem eu sou e que faço aqui...


 


Hoje, eu olho repleta de paz
interior, quase como se eu olhasse no espelho e visse o meu mais profundo saber
de mim mesma trazendo a luz e claridade dos mais escondidos e eternos
momentos...

Betimartins 

 www.betimartins.prosaeverso.net


A insanidade coletiva (O fim do mundo)

02:59 PM, 13/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 

 

A insanidade coletiva (O fim do mundo)

 

 

Um pensamento sobre um programa visto na televisão e em centenas de blogs e sites.

 

 

Estamos vivendo uma insanidade coletiva, todos são poderosos em afirmar que chegaremos apenas até dois mil e doze de lá nós não passaremos, desculpem-me, enganei-me os mais ricos terão essa prova menos dificultada, pois compraram lugares onde terá um bom stock de comidas e outras coisas mais, desde conforto e claro que também pagaram os seus erros com o dito dinheiro.

A meu ver, sou pessoa simples, com um grau normal de instrução, sendo formada pelas ciências da vida e pelas dificuldades do que eu passei por aqui, vejo umas tremendas caras de paus oportunistas. Estes caras estão com belos sites, já tem visa e cartão de credito e tem dois que chocaram a mente, um pelo atrevimento de seleção de limitar apenas alguns (aqueles, que cuja sua carteira esteja bem mais recheada de notas) e claro que o outro que diz que se vai oferecer pela humanidade, saltando de um penhasco, pois assim não acabará o mundo e este cara ainda pede também donativos e mais gente para saltar com ele. Aqui neste caso o donativo será para comprar uma rede gigante para que não se machuque muito e o mais estrondoso é que ele se comparou acima do Messias, coisa incrível.

Vejo histeria, noticias mais que estrondosas, que se acendem rastilho na internet, quem é que acessa mais, claro que os jovens são os mais lesados seja na sua mente como na sua alma, que exatamente quer a escuridão, causar o pânico geral e está o conseguindo e ainda estamos no inicio do ano.

Vejo pessoas pesquisando sobre o fim do mundo, sobre o que podem fazer, mas pararam por um momento, por um só momento para pensar no Criador? Qual é o seu papel dele nisto tudo, será que não é ele a ter a sua última palavra? Eu acho que ele é amor, é perdão e o detentor da paz interior de cada um.

È certo que vemos atrocidades gritantes, matanças, mau governo mundial, má gestão dos bens essenciais, políticas abusivas e falta de espiritualidade, ela é tão grande que a energia incomoda-nos quando estamos ao lado de alguns nossos irmãos sofredores, presos a matéria.

Se nós temos uma doença, nosso corpo expurga através da febre, pode ser medicada ou não, mas é a nossa mente que tem o poder se curar ou querer curar. O nosso mundo vai sim fazer uma grande limpeza, ela é tão necessária quanto uma limpeza ao nosso lar, mas o que mais me impressiona é a falta de fé e a prepotência de quem quer lucrar com todo isto causando danos irreversíveis aos jovens e até aos que são um pouco mais ignorantes, pensando que vão para o dito inferno.

Inferno é viver com estes imponentes nomes, usando a luz, usando a bíblia, usando a civilização Maia, outros profetas da nossa historia, mas destes quantos as suas profecias nunca foram confirmadas? Levando os jovens a cometer suicídios e outras atrocidades, pois na sua mente eles não serão punidos. Pensem nisso.

Eu acredito no amor Divino, acredito em Deus pai, acredito em Jesus meu irmão que foi o maior curador da humanidade jamais visto, então por isto eu oro a meu Pai ajuda para a nossa humanidade, esclarecimento e que jamais a batalha seja travada, pois o bem é o único caminho possível aqui nesta nossa caminhada.

Eu acredito em grandes mudanças sim, acredito em mudanças internas, mudanças que terão que partir de nós mesmo a começar pelo positivismo e seguir as rédeas do nosso sábio coração.

 

Mas o fim do mundo será para aqueles que não querem enxergar e nem querem fazer o bem e viver no amor e na fraternidade.

 

Pausa para reflexão!

 

Betimartins

 

www.betimartins.prosaeverso.net



A ternura de uma criança

02:57 PM, 13/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 

 

A ternura de uma criança

 

 

O céu é tão azul e a noite estrelada

A luz ilumina os nossos caminhos

O vento refresca nossos sentidos

A voz afaga nossos medos sentidos

Teus carinhos são leves bálsamos

Provocando-me as belas sensações

O calor do corpo faz-se presente

O amor é complemente incondicional

Não existem limites e nem fronteiras

As promessas são ternas esperanças

Teu olhar é paz que eu posso sentir

E tudo isso apenas olhando para ti

Minha terna criança do meu existir

Tu és a maior razão do meu viver...

 

 

Betimartins

 



Arte de tentar ser feliz

02:56 PM, 13/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 

Arte de tentar ser feliz


Entre dias e dias a caminhar
Ver todo o tipo de tristeza
Sentir todo o tipo de dor
Seja minha dor ou a dor alheia
Seja a infiel injustiça e traição
Seja o doce mel da nossa ilusão
Nada ofusca nossa mente, nada
Nem mesmo as duvidas surgindo
Porque aqui, aqui neste paraíso
Estamos para aprender a ser gente
Neste pontinho de energia cósmica
Que pode transmitir a luz, o amor
Caso já tenha aprendido a se amar
E tenha se desprendido do material
Ele pode sem sombra de duvida ser
Um ser feliz, feliz nas pequenas coisas
Feliz por existir, respirar, estar vivo!
E a busca da felicidade termina aqui
Pois ele compreende que ela existe
Existe na forma simples de se aceitar
Através da paciência e perseverança
O tempo já não assusta a dor já não dói
O medo apenas existe para se prevenir
E o seu coração já não está encerrado
Para receber a simplicidade da felicidade
Que pode vir numa simples palavra
Num alegre sorriso, num abraço amigo
Num secar de lágrimas, no acompanhar
Num simples dar de mãos, aquela união
Que conforta a nossa alma e ela se elevam
Num pequenino gesto da vida, ela está
Unindo ao teu coração a dona simplicidade
Caminhando com a dita humildade e amor
Que juntos eles caminham com a felicidade...

Betimartins

 

 

www.betimartins.prosaeverso.net



Rendição da alma

02:53 PM, 13/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 

 

Rendição da alma



Alma minha que tu sumiste
Do meu tão bem eu te querer
Alma minha que tu me negaste
O doce sabor de te poder elevar
Não tem alma que exista, não!
Sem ela saber como se perdoar
Não alma que brilhe sem ela crescer
E muito menos sem ela saber aprender 
E nessa aprendizagem, ela aprende amar-se


Betimartins



Entre as as trevas e a luz da vida

02:48 PM, 13/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 

Entre as trevas e a luz da vida.

Nasci numa terra linda, ainda meio adormecida
Cujos, os nossos habitantes são ainda aprendizes
Aprendizes da fórmula mágica de saber viver
Aqui nesta minha terra tão querida ainda se ama
Uns mais que outros e outros porque não o sabem
Olhamos a natureza e nem sabemos quem ela é
Nem mesmo a escutar na sua maior sabedoria
Vemos os sinais, somos partes desses mesmos sinais
Somos aquele todo que se complementa e se une
Não existe apenas a escuridão, ela sim existe e como 
Mas a luz só pode existir porque abafa a escuridão
Quem conhece a luz é porque a trevas já partiram
Mas tem tanta gente que pensa que conhece a luz
E apenas se ilude mergulhado simplesmente nas trevas
Coabitando com a arrogância, o materialismo e egoísmo
Julgando-se acima de todos, seres muito sábios e de amor
Que apenas se iludem na sua própria ignorância e fervor
Limpa-a dos teus próprios pecados, das atitudes insanas
Das ganâncias, do desamor, da vaidade e do julgamento
Mas quis que um Adamastor, aquele grande conquistador
Iludir-te, disfarçado em Deus, torneando a tua bela alma
Tirando-a do Criador, do Nosso Pai Celeste, que te ama
Mesmo caminhando pelos trilhos desencontrados da luz
Onde apenas o teu arrependimento, o teu próprio perdão
Trará para dentro de ti, apenas para ti a tua luz, a Luz da Vida...

 

Betimartins
 



Momentos de magia

02:45 PM, 13/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 

 

Momentos de magia

 
Era uma bela clareira, escondida pelos imponentes Cedros
O musgo intenso se fazia notar, o cheiro, há! Respirando
Toda a beleza de cheiros que sentia ali, eu estava feliz
Respirei fundo, consciente daquele momento inacreditável
Pleno de pura magia, a magia de se viver e poder se amar
Escutei o vento, gemendo, se amando, roçando ali, divertido
Entre as folhas, entre as altas cúpulas, embalando a água
Cristalina, pura, como um enorme espelho do mundo
Estavam dois pequenos veados, saciando ali a sua sede
Caminhei lentamente, não os queria assustar, não podia
Descalcei-me, entrei naquela magia, naquele mar de paz
Molhei o meu rosto, descansei meus pés e senti a energia
Abri os meus braços, elevei a minha mente direto ao céu
Num ritual de agradecimento, senti o sol, pulsando em mim
Num vai e vem de energia ofuscante, inquietante, mas bela
Confortavelmente bela e que me fazia parte daquele Sol
Dancei ao som dos tambores, que o vento trazia, eram eles
Os meus ancestrais, que comigo sentiam a minha felicidade
Todo o meu ser, todo o meu corpo, a minha mente rejuvenesceu
Era eu e a natureza, um só corpo, uma só matéria e desprendi-me
Estamos todos ali, unidos ao meu coração, o meu coração explodia
Era Deus em mim era pura emoção e descobrindo toda alegria de estar
Ali, ali como um elemento da terra e vi que era simplesmente parte da vida...


Betimartins


www.betimartins.prosaeverso.net



Silêncios cortantes!

02:53 PM, 8/2/2012 .. 0 comentários .. Link



No verdadeiro amor

02:52 PM, 8/2/2012 .. 0 comentários .. Link



Naquela janela!

02:51 PM, 8/2/2012 .. 0 comentários .. Link



Cultivando a paciência

07:25 AM, 8/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 

Cultivando a paciência

Dizem que a paciência é inimiga da inquietude, do apressado e do esbarrado, que ela mora num lugar lindo e muito calmo, bem lá no fundo da nossa alma e cravada no nosso coração.
Já vi muita coisa, com a impaciência, vi desamor, agressões e outras coisas mais, que mudaram vidas e tronaram vidas insuportáveis e inimizades. Já vi separações, aquelas que não têm mais reparação, outras que demoram anos a cicatrizar e outras que nem se repararam. Apenas, se deixam ficarem por ali, meio dormentes, adormecidos e vivendo no mais profundo ódio e desamor.
A paciência é irmã mais velha da harmonia, muito sensata, sempre amável, com muito tempo para escutar, ajudar-vos acalmar e saber esperar. Ela não gosta do desrespeito, mas muitas vezes ela o escuta e em seu nome ela se faz surda para que paz e a reflexão sejam possíveis no coração irmão.
Eu sei que hoje é quase impossível ser-se equilibrado neste mundo onde todos estão quase explodindo de tanta negatividade, ora um atropela o irmão leva logo com um insulto, outro brinca e não se acha piada se espanca e por ai fora...
Longe vai o tempo que era tudo calmo, vemos a pressa em tudo, pressa no amar, amar sem qualidade, pressa em fazer as coisas e ficam todas elas mal feitas, pressa nos trabalhos até caseiros e saem uma tristeza.
Longe vai o tempo que os avos recebiam a família com alegria e gosto de ter uma mesa farta e cheia de alegria, hoje eles são despejados em sítios frios, sem vida, sem calor e sem amor, lugares chamados de lares da terceira idade, estranho não soa estranho, mas é para lá que vamos caso tenhamos colocado algum de lado.
È essa paciência dos nossos avôs em cuidar de seus pais com amor e respeito que deixou de existir, aquela paciência de ler uma historia com os filhos, trocar idéias, fazer jogos e um milhão de coisas que foi substituído pela internet, o grande progresso da humanidade.
Não deixa de ser um progresso sim usado com sabedoria, ele aproxima em milésimos de segundos o mundo aos teus pés, é uma companhia para quem está sozinho e consegue se comunicar.
Mas acho que até agora nem temos mais muita paciência, se não avançar como queremos desistimos e saímos de campo da nossa pesquisa.
È aquele motor de arranque, que antes levava famílias pela estrada fora, fazendo passeios, convívios e outras coisas mais próprias do ar livre e da união familiar. Hoje tudo é independente até mesmos os casais, não está dando certa a relação, divorcia-se, que tentar, isso é para os pacientes, aqueles que ainda acreditam no amor verdadeiro.
A mesma paciência que deveremos sentir no dia a dia, sendo gentis, educados, calmos e alérgicos as discussões tão podres e tão descabidas que destrói a pouca paciência que pode habitar dentro de ti.
Eu acho que até eu estou vos fazendo perder a paciência com o meu texto aqui, mas a paciência é tão bela, tão proveitosa, generosa que, apenas com ela poderás ser feliz e caminhar em caminhos produtivos cheios de amor.
Como diz o meu amiguinho: “Haja paciência! Haja toneladas de paciência, pois sem ela eu não aprendo a caminhar e muito menos a escutar a voz sensata do meu coração.”
Queira ou não a paciência ajuda-o a manter uma mente e um coração saudável.

Pausa para reflexão!


Paz profunda


Betimartins



Sempre eu irei te amar.

12:47 PM, 4/2/2012 .. 0 comentários .. Link


 




Não existe separação do amor
Nem mesmo ninguém o mata
Nem sequer o posso programar
Eu amo e pronto! Fico aprisionada
Neste amor transcendental, único
Que é só nosso e de mais ninguém
E eu sei que tu também me vais amar
Até aos últimos dias de tua vida, aqui
E que vamos os dois vamos nos amar
Juntinhos até a nossa bela eternidade
E este nosso amor que é louco e poderoso
Que onde quer que tu estejas eu saberei
Para onde tu irás, irei contigo, sempre
E juntinhos caminhamos, sempre felizes
Certos das tempestades, certos das perdas
Certos dos caminhos turbulentos e difíceis
E certos do nosso amor, nós caminhamos
Para colher a paixão da noite, no nosso quarto
Deixando-me repousar no forte abraço e quente
Escutando teu bater do coração apaixonando
Fazendo o teu café da manhã, nunca desistindo
Que o nosso amor é para ser vivido, sem medo
Agradecendo a Deus sempre, por ser tão generoso
E nos ter brindado com esta vida a dois, juntos aqui...
    
Betimartins



Tempos de sérias mudanças internas!

12:44 PM, 4/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 

 

 

Não sou muito expansiva, nem gosto de aglomerado de pessoas, fazem-me mal, deixam-me louca, com aquelas vozes,  exageradas,  ao mesmo tempo e o pior é que sou meio surda, que devia melhorar um pouco, mas não parecem agulhas no meu ouvido.

Sou sensível a vida, ao que ela me oferece, aprendi a visualizar tudo ao meu redor com outros olhos, os olhos da alma, não sabem o que alma enxerga, aqueles momentos que ninguém repara e observa.

Por vezes ninguém consegue enxergar os espíritos que nos rodeiam, eles tudo fazem  para nos agradar e fazer-nos felizes, aquela folha que rodopiou a tua frente pode não ter sido o vento, aquele passarinho que quase pousou no teu ombro pode ser uma chamada de atenção.

Já experimentaste sentar-te num banco do jardim, sem pressa e desligar todo o teu motor, as preocupações, teus afazeres, tuas ligações, tua casa e o teu emprego. Apago-os da tua memória, esvazia a tua mente, como eu sempre digo, despeja o entulho astral que poluiu todo o teu ser, respira fundo e fecha teus olhos e sente o momento.

Abre-os, observa quanta vida ao teu redor, quanta beleza teus olhos estão enxergando, respira fundo de novo, tenta imaginar quanto amor o Criador teve para formar toda a terra e com todos os pormenores, como estava inspirado para nos colocar na mais bela obra prima divina jamais vista.

O ar, a água, a terra, o fogo, os humanos, os animais, os peixes, os vegetais e tudo mais que faz essa terra se transformar e renovar novamente. Poderia falar de muito mais aqui, mas acho que todos estão entendendo o X da questão.

Voltando ao banco do jardim, desculpem-me ter saído do banco, mas quis vos mostrar aqui um verdadeiro artista mesmo aos que em nada acreditam, pois não são filhos de uma chocadeira, o autor desta fabulosa obra simplesmente é transcendental, único e diria que quase invisível, mas nem sempre aos corações dos puros.

Voltando a respirar com calma, observando tudo que nos rodeia, olhem com olhos de ver, abram a vossa mente, vejam até quem por vos passa, observem, pensem porque estão visualizando todo isso e quanto são amados por esse maravilhoso artista.

Este Criador, artista, conseguiu algo anda mais fabuloso, colocar sentimentos nos nossos corações, tantos nos racionais como naqueles que ate hoje se julgavam irracionais. A mãe é racional e é hoje capaz de matar seu filho ou o abandonar a sua própria sorte, temos animais que adotam outras raças por instinto maternal.

Com estes sentimentos que são dos mais variados que conhecemos somos capazes de mudar vidas e alterar outras para o amor ou desamor, conformes nossos atos. Também vimos com uma dose de maldade, todos sabemos disso, não somos anjos senão não estaríamos aqui neste mundo aprendendo a melhorar, também com tanta capacidade nasceríamos já com as devidas asas e não criar as nossas asas!

Bem todos capazes de voar até onde nossa capacidade alcança, diria que até onde fomos capazes de evoluir neste nosso estagio de aprendizagem, talvez por isso sejamos cegos nas coisas que estão no mesmo no nosso nariz.

Resumindo o que eu vos quis mostrar é que chegou a hora de fazer vossa reforma intima, refletir nas vossas escolhas, mudar vossas diretrizes e aprender amar-vos rapidamente porque é urgente, o tempo está andando velozmente.

Mudem as vossas consciências, as energias estão mudando os sinais estão mais que evidentes e a terra esta também se transformando rapidamente, sentem-se naquele banco do jardim e pensem porque estão aqui, porque fazem parte desta maravilhosa obra, deste Criador cujo seu nome pode tomar muitos caminhos, mas que sejam os caminhos que ele mais nos ensinou, os caminhos do coração.

 

Lembrem que por mais que a noite seja escura, basta uma fagulha daquela Centelha do Amor Divino, que logo a luz se faz sentir e tudo se ilumina.

Pausa para reflexão!

 

Paz profunda


Betimartins



Sonhe com as estrelas!

12:42 PM, 4/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 


 

Sonhar! Oh! Esse belo sonhar!
Que nos eleva até as estrelas
Habita em nós o amor e amizade
Por quê?  O sonhar com a penumbra?
Talvez... Pelo perigo que te alerta
Quero ser uma estrela cadente
Um simples foguetão, no firmamento
E levar a ti, este mundo de luz
Um mundo de sabedoria e amor
Que no teu coração, está presente...
Liberta a luz que está em ti!
Porque, ela brilha, como uma estrela
Pulsando no céu e no teu coração
Emanando a luz, do amor e da amizade
Com a simplicidade de uma delicada flor
Num gesto simples e puro de carinho
Que fará mudar, o mundo de cada um
Por isso, que as estrelas, brilhem
Cada dia ainda mais no firmamento
Que do teu coração saia o amor
Simples e pleno, repleto de caridade
Nele coloca, um simples tempero
Confiar no teu irmão de forma plena
Mas nunca deixe de orar a Deus
Agradecer o dia que foi abençoado
Pela vida que na terra foste premiado.

Betimartins



Manto de paz...

12:34 PM, 4/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 

Manto de paz...

Desceram os anjos
Nesta linda terra
Onde habita o amor
Já a muito esquecido
Trouxeram, um lindo manto
Onde o rechearam.
Com a fraternidade,
Amizade, alegria e amor
Amor pela paz...
A paz, que habita em ti
Em mim e nos anjos
É a paz que vem de Deus
Transformando e...  
Reflorindo o mundo
De lindas poesias, em ti
Musas, eram as inspiradoras
Desta paz que está em ti
Acabaram com as Guerras
Com a senhora Inveja
Com os Ódios da escuridão
E com a Maldade Atroz
Assim, vieram os Anjos da Paz
Colorirem o mundo
Com um lindo manto de Paz
Cheio de amor e luz
Desta Paz que está em todos nós...

Betimartins



Ainda é tempo de te amar.

12:29 PM, 4/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 



Entre os séculos e vidas que eu vivi aqui
Nas memórias que tive que esquecer por ti
As buscas por ti eram infinitas, nada preenchia
Aquele amor que o meu coração sentia por ti...

Busquei-te através das vidas passadas e chorando
Sentindo aquele vazio que tu deixaste dentro de mim
Sempre sentia incompreendida e muito mal amada
Pois era a tua presença que estava dentro de mim...

Um dia quis que os meus olhos, olhassem os teus olhos
E toda a magia aconteceu, o mundo se iluminou em mim
Meu coração quis fugir para dentro do teu coração, aflito...

Era a nossa saudade, tão velha, que o tempo parou por ali
Nossos lábios morderam o nosso desejo, corpos cansados
Suados, sem pressa de ir para lugar algum, estávamos juntos!

Betimartins



Versos tristes, tristes versos...

12:24 PM, 4/2/2012 .. 0 comentários .. Link

 




Eu já sou triste na alma, vive comigo a tristeza
Talvez já sido feliz outrora, hoje eu serei apenas!
Mulher, sozinha na minha caminhada, isso eu sei
Que não posso queixar, pois tristes são os meus versos...


Estes meus versos, esquecidos no papel e na alma
Que reclamam algo de novo, novo verso, será
mas que um serão dia alegres, do amor que irá viver
Se Deus permitir, a minha alma sentir e escrever aqui...


Eu escrevo versos tristes, sim com toda a certeza!
Na certeza, porém de um dia vir valer a alguma pena
Os meus versos serem por ti escutados, talvez…


Mas que um dia, eu farei os lindos versos de amor
Onde a tristeza não terá jamais a saudade e morada
Farei sim versos no papel e não mais no meu coração...


Betimartins



Sonhos! De um mundo melhor!

03:02 PM, 1/2/2012 .. 2 comentários .. Link

 

 

Sonhos! De um mundo melhor!


Voei pelas nuvens como um belo pássaro
Sou livre, sempre respirando o ar puro
De uma terra ainda contente e feliz
Uma terra que não foi desterrada
Nem desmembrada por todos nós
Onde o azul do mar ainda é bem azul
E não tem poluição e petróleo a derramar
Onde as baleias passeiam e nadam livres
Os golfinhos brincam e fazem tropelias
Os rios fazem os seus percursos sorrindo
Regando as suas margens, refrescando-nos
As cascatas ainda são bem visíveis e belas
Os animaizinhos correm soltos e felizes
Não existem cortes de arvores, nem queimadas
Nem mesmo matanças dos defensores da Amazônia
Até porque seria desnecessário, ninguém é preso!
E neste belo sonhar, eu sonhei com o meu mundo
Cheio de espiritualidade, cheio de amor e esperança
E neste momento eu respiro o ar das flores silvestres
E uma bela borboleta quase pousa no meu nariz
E eu olho estagnada, inerte, absolutamente encantada
Vendo aquele belo cume cheio de nuvens correndo
Ameaçando chuva, a chuva cai e mata a nossa sede
A sede do mundo por uma paz jamais vista e alcançada
E deste meu sonho eu espero nunca mais ser acordada...

Betimartins





{ Última Página } { Página 1 de 2 } { Próxima Página }

Sobre Mim

Home
Perfil
Arquivos
Amigos
Álbum de Fotos

Links


Categorias

poesias

Últimos Posts

Os aprendizes!
Cansei–me poema da tua poesia
A coruja na minha janela.
A insanidade coletiva (O fim do mundo)
A ternura de uma criança

Amigos

sarahlares