Futebol

Jorge Henrique treina com bola e anima comissão técnica do Timão

07:50 PM, 2/11/2010

 

Ao que parece, Jorge Henrique voltará aos gramados antes do que estava previsto pelo departamento médico do Corinthians. Na tarde desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, no Parque Ecológico do Tietê, o atacante alvinegro participou normalmente do treinamento com bola. Trabalhou até finalizações.

Jorge Henrique se machucou seriamente no empate por 2 a 2 com o Ceará, no dia 2 de outubro, no estádio do Pacaembu. Dias depois, após detalhados exame, o departamento médico do Timão anunciou que ele havia sofrido uma ruptura do músculo posterior da coxa esquerda e poderia voltar apenas em 2011.

O atacante, porém, mostrou força na recuperação, surpreendeu os médicos do clube e também a comissão técnica. Mas apesar de ter treinado normalmente nesta terça-feira, ainda é cedo para ele ser relacionado para uma partida. Portanto, ele deve ficar fora ainda dos jogos contra Avaí e São Paulo.

A maior possibilidade é que ele retorne na 35ª rodada, contra o Cruzeiro, no dia 13 de novembro. Mas tudo ainda depende de como ele vai reagir aos treinamentos durante as próximas duas semanas. O técnico Tite no início desta semana já havia demonstrado confiança em contar com o atacante, fundamental neste Brasileirão.

- Isso está a critério da direção, mas tenho otimismo de que possa contar com ele ainda este ano. O departamento médico é que pode dizer melhor. Mas eu sou, por essência, otimista, então acredito que ele possa estar conosco – falou Tite.

Quem retorna contra o Avaí nesta quarta-feira, no estádio do Pacaembu, é o também atacante Dentinho. Ele deve iniciar no banco de reservas e entrar em campo nos 45 minutos finais. Pelo menos foi isso que mostrou Tite no treino.

 

Lucas Kauã realiza sonho de conhecer jogadores do Sport

01:04 PM, 2/11/2010

FOTO 01

FOTO 02

FOTO 03

FOTO 04

Quando foi encontrado pela polícia após quase dois meses desaparecido, Lucas Kauã vestia uma camisa do Sport.  Meio folgada, maior do que o seu número. Assustado, um pouco abatido, não falou nada no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), na Imbiribeira. Imagem completamente diferente da vista nesta segunda-feira (1°), na Ilha do Retiro, a não ser pela camisa do mesmo clube, agora nova e oficial.

O garoto de oito anos que passou pelo pesadelo de ser seqüestrado, realizou hoje o sonho de conhecer os jogadores do Sport, seu time de coração. Ele cumprimentou todos os atletas, pegou autógrafos e recebeu das mãos do atacante Marcelinho Paraíba a camisa 10 e uniforme completo do Leão, entre outros presentes.  No jogo desta terça-feira (2) na Ilha do Retiro contra o Bragantino, o garoto vai entrar junto com o time.

“O que a gente puder fazer, a gente vai fazer. O que a gente quer é que ele dê um ponto final no que ele passou e se recupere e volte a ser uma pessoa feliz”, contou o pai de Lucas, Clodoaldo Coutinho da Silva.

Acompanhado de amigos e familiares, o garoto exibia um sorriso contagiante, que deixou para trás, por alguns instantes, o sofrimento recentemente vivido. Lucas Kauã Muniz da Silva foi encontrado no último dia (27), no município de Goiana, na Mata Norte do Estado, por um caminhoneiro, que levou o garoto ao encontro da polícia. Ele estava desaparecido desde o dia 4 de setembro, quando foi visto pela última vez na Integração Ônibus-Metrô de Joana Bezerra, no Recife.

De acordo com a polícia, os dois suspeitos do sequestro são o taxista João José de Andrade, 60 anos, e o lavador de carros Jailson Alves da Silva, 27. A investigação corre em sigilo para preservar a criança, mas o gestor do DHPP, Joselito Kehrle, informou que os suspeitos são os dois únicos responsáveis pelo sequestro e podem estar envolvidos em outros crimes com outras vítimas, onde há relatos de estupro, abuso sexual e homicídio.

Messi emula aniversariante Maradona e dá show em goleada do Barcelona

08:54 PM, 30/10/2010

messi comemora, barcelona x sevilla
Messi celebra vitória

No dia em que o Maradona completava 50 anos, o compatriota Lionel Messi emulou o aniversariante e foi o grande destaque da vitória de 5 a 0 do Barcelona sobre o Sevilla, neste sábado, pela nona rodada do Campeonato Espanhol. Dos quatro gols, o camisa 10 fez dois e deu passe para um de Villa. No entanto, em nenhum momento durante a partida realizada no Camp Nou, fez alguma alusão ao eterno ídolo dos hermanos que teve uma passagem bastante discreta pelo Barça no início dos anos 80.

Seja com homenagens ou não, o clube catalão chegou aos 22 pontos coma vitória e segue na cola do líder Real Madrid, que tem um a mais. O Sevilla, que teve os brasileiros Luis Fabiano e Renato como titulares, segue em sexto lugar com 14.

Com todas suas estrelas em campo, o Barcelona começou a partida com o pé fundo no acelerador. Xavi, com menos de um minuto, pegou rebote da defesa earriscou de fora da área levando perigo à meta do goleiro Varas, que substituiu o titular Pallop.

A blitz catalã continuou e Messi, aproveitando cruzamento do jovem Pedro, mostrou oportunismo e abriu o placar aos quatro minutos. Na comemoração, nenhuma menção aos 50 anos de Maradona.

Golaço de Villa

Aos oito, Luis Fabiano, no primeiro ataque do Sevilla, quase calou o Campo Nou com um chute cruzando aproveitando falha de Pique. Porém, para sorte de Valdés e azar do brasileiro, a bola foi para fora. Após o pequeno susto, o Barça voltou a pressionar e acabou chegando ao segundo gol em grande estilo. David Villa recebeu de Messi do lado esquerda da defesa andaluz, cortou um zagueiro corpo e colocou a bola no ângulo aos 23.

david villa comemora, barcelona x sevillaDavid Villa comemora

Se a coisa já estava ruim para o Sevilla com 11 homens em campo, ela piorou com a expulsão de Konko, aos 44, por falta feia em Pedro.

Daniel Alves marca e não comemora

No segundo tempo, o Barça ampliou aos sete em uma bobeada de Romaric. O volante marfinense recuou mal de cabeça, e Daniel Alves, esperto, aproveitou. Ex-jogador do Sevilla, o lateral-direito não comemorou em respeito ao time da Andaluzia.

pique e luis fabiano, barcelona x sevilla
Luis Fabiano é marcado por Piqué

Com o resultado praticamente garantido, o técnico Pep Guardiola começou a tirar os titulares com a intenção de poupá-los para o duelo contra o Copenhague, na próxima terça-feira, pela quarta rodada do Grupo D da Liga dos Campeões.

Apesar do time mexido, o Barça não diminuiu o ritmo e fez o quarto com Messi aos 19. Após roubar a bola no meio de campo, o argentino partiu em velocidade com a bola dominada - colada nos pés - e, na entrada da área chutou rasteiro. Novamente, nada de menção a Maradona e apenas a comemoração pelo seu sétimo gol no Campeonato Espanhol, que o deixa na vice-artilharia, cinco atrás de Cristiano Ronaldo.

Aos 45, Messi deu passe para Busquets que tocou para Villa fazer o quinto.

Galo abusa das chances perdidas, e Botafogo vence pela eficiência

08:50 PM, 30/10/2010

 

Apesar de ocuparem pontas distintas da tabela, Atlético-MG e Botafogo entraram em campo sem o direito de errar para cumprir seus objetivos. E em um dia em que o Galo abusou dos erros nos chutes a gol, o time carioca foi mais eficiente e venceu por 2 a 0 neste sábado, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Enquanto o time de Joel Santana está mais vivo do que nunca na luta por uma vaga na Libertadores e também segue com chance de título, o de Dorival Júnior voltou a sofrer ao retornar ao Z-4. Na 33ª rodada, o Atlético-MG, que caiu para o 17º lugar, com 34 pontos, tem o confronto direto contra o Guarani, em Campinas, na próxima quarta-feira. No mesmo dia, o Botafogo, que subiu para a quarta posição, com 51 pontos, recebe o Atlético-GO, no Engenhão.

 

O resultado positivo do Vitória por 4 a 2 sobre o Vasco no jogo das 16h fez o Atlético já entrar em campo na zona de rebaixamento. Ao mesmo tempo que a margem de erro diminuiu, o ímpeto aumentou, fazendo a equipe iniciar a partida pressionando o Botafogo. O trio Diego Souza, Tardelli e Obina se aproveitou da falta de organização da defesa adversária para trocar passes em velocidade. Mas as conclusões não saíam com qualidade.

Ainda perdido atrás, o Botafogo não conseguia se articular para criar jogadas ofensivas. Jobson tentava o drible e a velocidade para vencer a marcação, enquanto Loco Abreu se limitava a escorar as bolas que vinham pelo alto. Lucio Flavio, bem marcado, não conseguia fazer a ligação com eficiência, embora o time carioca conseguisse segurar a pressão.

Muito disso era por conta da marcação individual de Marcelo Mattos a Diego Souza. Fahel acompanhava Renan Oliveira de perto, e Tardelli tentava vencer a pressão de Leandro Guerreiro. Mesmo assim, era o Atlético quem buscava o ataque, apostando também nos laterais Rafael Cruz e Leandro.

Ao fim de um primeiro tempo nervoso, principalmente pela confusa atuação da arbitragem, as duas equipes chegaram poucas vezes com perigo. O time da casa se deixava levar pela necessidade de escapar da zona de rebaixamento, enquanto o visitante preferia investir na marcação ao atacar e ser ameaçado.

jobson, atlético-mg x botafogoJobson na marcação de Lima

O Atlético voltou para o segundo tempo dando um passo à frente no campo. A equipe passou a pressionar a saída de bola do Botafogo e, assim, garantindo um domínio ainda maior da partida. Além disso, passou a chutar mais a gol. Enquanto isso, o Botafogo se limitava a dar chutões para a frente, torcendo para que Jobson conseguisse vencer a marcação com sua habilidade.

Mas para o Galo, quantidade não era qualidade. O segundo tempo foi cheio de gols desperdiçados. Tardelli perdeu duas boas chances, uma das quais colocando a bola no travessão de Jefferson. Obina também perdeu uma oportunidade em que preferiu arriscar a tocar para o companheiro de ataque, que vinha melhor posicionado. Ao Botafogo restavam os contra-ataques, e num deles, Loco Abreu chutou para fora com o gol aberto.

Mas enquanto o Atlético abusava das chances perdidas, o Botafogo aproveitava as raras chances. E foi apostando num contra-ataque que o Alvinegro carioca abriu o placar, aos 30 minutos. Loco Abreu recebeu, avançou sem marcação e, frente a frente com Renan Ribeiro, não foi egoísta. O uruguaio rolou para o meio da área e achou Edno, que tocou para fazer 1 a 0.

O Botafogo passou a se fechar ainda mais na defesa e, aproveitando o desespero do Atlético, que partiu para cima, sacramentou a vitória aos 45 minutos. Loco Abreu recebeu novamente livre e dessa vez tocou com categoria para fazer 2 a 0.

ATLÉTICO-MG 0 X 2 BOTAFOGO
Renan Ribeiro, Rafael Cruz (Wescley), Réver, Lima e Leandro; Alê, Serginho, Renan Oliveira (Ricardo Bueno) e Diego Souza (Nikão); Diego Tardelli e Obina. Jefferson, Danny Morais, Leandro Guerreiro e Márcio Rosário; Alessandro, Fahel, Marcelo Mattos, Lucio Flavio (Edno) e Somália; Jobson (Caio) e Loco Abreu.
Técnico: Dorival Júnior. Técnico: Joel Santana.
Gols: Edno, aos 30, e Loco Abreu, aos 45 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Diego Tardelli (Atlético-MG); Alessandro (Botafogo).
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG). Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa/PR). Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa/PR) e Gilson Bento Coutinho (PR). Público: 17.012 pagantes. Renda: R$ 92.780.

 

 

 

Vetado contra o Inter, Fred deve iniciar trabalhos físicos segunda

09:58 PM, 29/10/2010

 

 

Em fase final de recuperação do terceiro problema consecutivo na panturrilha esquerda, Fred realizará neste sábado um exame isocinético para medir o equilíbrio e a potência do local lesionado. Caso a resposta seja positiva, o atacante será liberado para a preparação física na próxima segunda-feira. Sua participação no duelo contra o Internacional, quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), no Beira-Rio, pela 33ª rodada do Brasileirão, no entanto, está descartada. A esperança é de que retorne diante do Vasco, no dia 14.

Todo o processo de preparação física, por sua vez, será acompanhado de fisioterapia. O objetivo é evitar uma nova reincidência do problema. Depois de dois estiramentos na panturrilha esquerda, Fred sofreu uma fibrose no retorno ao time, contra o Santos, há cinco rodadas. Com quatro passagens pelo DM, ele já desfalcou a equipe em 22 partidas neste Campeonato Brasileiro.

Além de Fred, Deco e Emerson também apresentaram evolução satisfatória na recuperação de lesões, mas não têm previsão de retorno ao time. Com 57 pontos, o Fluminense é o líder do Brasileirão.

 

Vasco abre votação para nova pintura de São Januário

08:45 PM, 29/10/2010

O Vasco abriu, nesta quinta-feira, a votação para escolher a nova cara de São Januário. Os sócios do clube têm três modelos à disposição para votar através do site www.ovascoemeu.com.br. Os torcedores terão 14 dias para optar por um dos designs.

No site, torcedor poderá conhecer bem os três modelos antes de votar (Foto: Divulgação)

- Essa parceria tem uma importância muito grande. A Iquine é uma empresa que tem capital 100% nacional. Esse projeto vai funcionar não só para ter a beleza de São Januário de volta, mas para nosso associado poder participar das decisões do clube. Esse é o caminho para fortalecer a relação de respeito entre nós - disse o presidente Roberto Dinamite.

Todo o custo da obra será arcado pela empresa de tintas Iquine, que já é parceira do clube em outras áreas, como a restauração do teto das sociais. A fábrica, que tem uma marca forte no nordeste, quer se expandir para o sudeste e vê essas ações como uma maneira de ter mais divulgação.

A obra será realizada no fim do Brasileiro, no período em que o time estiver de férias. O intuito é não atrapalhar nem os treinos, nem as partidas oficiais do Vasco e do Duque de Caxias, que manda seus jogos da Série B na Colina.

No modelo cuz de malta, o símbolo do Vasco ganha destaque em todas as arquibancadas

Modelo Gigante da Colina trabalha com retas se cruzando

No modelo camisas negras há menos desenhos e uma divisão clara entre branco e preto

Zé Roberto avisa: 'Não viemos aqui para passear' Meia-atacante vascaíno garante que deixará ligação com a Bahia de lado para correr atrás dos três pontos no Barradão

08:39 PM, 29/10/2010

 

Zé Roberto nasceu em Itumbiara, interior de Goiás, mas foi na Bahia que se destacou pela primeira vez no cenário nacional. Atuando pelo Vitória em 2004 e 2005, criou raízes em Salvador e alguns torcedores acham que ele é baiano. Às 16h deste sábado, chegou a hora de enfrentar o ex-clube no Brasileirão, e o meia-atacante garante que todo o carinho que tem pela Boa Terra ficará de lado.

- Conheço muito bem o Vitória, já joguei aqui, minha esposa é daqui e tenho muitos amigos no clube. Só que quando a bola rolar, todas essas situações vão ficar de lado. Não viemos aqui para passear. Eu sei o quanto é difícil jogar aqui no Barradão, mas vamos correr e lutar muito para vencer a partida - disse o jogador, em entrevista ao site oficial do clube.

A TV Globo transmite o jogo entre Vitória e Vasco para os estados do RJ, ES, SE, AL, PB, RN, PI, PA, AM, AC, RO, RR, AP, DF, BA (exceto Salvador) e as cidades de Porto Alegre, Juiz de Fora-MG e Balsas-MA, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real.

 

 

Com poucas chances, Defederico pede para jogar pela equipe sub-23 Argentino atuará contra o Atlético-MG, neste sábado, em Sete Lagoas, na tentativa de ganhar ritmo e buscar chance na equipe principal

08:03 PM, 29/10/2010

 

Entra técnico, sai técnico, e Matías Defederico continua sendo pouco aproveitado no Corinthians. Contratação mais cara do Timão nos últimos anos e grande aposta de sucesso da diretoria alvinegra para o ano do centenário, o argentino pediu para atuar pela equipe do Timão que disputa a Copa Sub-23, realizada como preliminar das partidas do Campeonato Brasileiro.

- Foi um pedido do atleta para que ele tivesse condições de participar e ganhar ritmo – explicou o técnico Tite, em entrevista nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, em São Paulo.

Defederico está relacionado para enfrentar o Atlético-MG, neste sábado, às 15h30m, na Arena Jacaré, em Sete Lagoas. O duelo é válido pelas semifinais da Copa Sub-23. Internacional e Vasco fazem o outro duelo. Além do argentino, também foram convocados o meia-atacante William Morais e o lateral-esquerdo Dodô.

Tite aceitou liberá-los porque o Corinthians principal não atuará pelo Campeonato Brasileiro no fim de semana. O Timão foi a campo no empate por 1 a 1 com o Flamengo, quarta-feira, no Engenhão, e só voltará a atuar na próxima quarta, diante do Avaí, às 21h50m, no Pacaembu.

Defederico ainda não conseguiu engrenar com a camisa do Corinthians. Comprado do Huracán-ARG por quase R$ 8 milhões, o armador desembarcou no Parque São Jorge como grande promessa, mas não vingou. Mais do que sofrer com lesões, nunca conseguiu agradar aos três técnicos que passaram pelo clube neste período.

O jogador, aliás, corre risco até de não fazer parte do elenco em 2011. Durante a Libertadores, o River Plate-ARG chegou a procurá-lo, mas o Timão não aceitou liberá-lo. Entretanto, como o rendimento dele ainda não melhorou, a direção cogita ao menos emprestá-lo.

Convocado por Mano Menezes, Jucilei já mira Europa em 2011 Volante do Corinthians admite que Seleção é vitrine para o mundo, e pensa em futura negociação com algum clube do Velho Continente

08:02 PM, 29/10/2010

 

Convocado pela segunda vez por Mano Menezes para a Seleção Brasileira, o volante Jucilei começa a chamar para si as atenções do futebol europeu. O camisa 8 admite que a amarelinha é a vitrine ideal para que uma transferência seja consumada em breve. Já na mira de vários clubes da Europa, ele acredita que, firmando-se na Seleção, a negociação será uma questão de tempo.

- O mundo todo está vendo a Seleção, então é muito importante para a minha carreira e bom para o Corinthians também. Quem sabe não tem uma negociação mais para frente? - disse o volante.

No entanto, ele só quer deixar o Corinthians depois que conseguir uma grande conquista pelo clube. Contratado em 2009, ele não participou dos títulos da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista. Por isso, sente um vazio ao ver que é um jogador querido pela torcida, mas ainda sem uma grande taça no currículo. Caso o Timão se classifique para a Libertadores, ele planeja ficar pelo menos para a disputa da competição sul-americana.

- Pretendo jogar esses jogos finais do Brasileiro, o resto que falta, e depois jogar a Libertadores. Aí, depois, vou ver o que acontece. Mas primeiro quero conquistar um título aqui pelo Corinthians - afirmou.

Jucilei tem contrato com o Timão até maio de 2012 e o clube possui 50% de seus direitos econômicos, com a outra metade pertencente a um grupo de empresários. No meio do ano, durante a Copa do Mundo, ele foi sondado por clubes como Fiorentina (ITA), Sevilla (ESP), Lille e Paris Saint-Germain (FRA).

Lula diz que pretende voltar a estádio para torcer pelo Corinthians No Salão do Automóvel de São Paulo, presidente afirma que no próximo ano, após deixar a presidência, vai frequentar a arquibancada do Pacaembu

07:59 PM, 29/10/2010

 

 

Em fim de mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que está perto de realizar um sonho: voltar a frequentar o Pacaembu para torcer pelo Corinthians. Lula, que deu a declaração durante visita ao Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, nessa sexta-feira no Anhembi, pretende retornar à arquibancada.

- Uma coisa que eu quero fazer no ano que vem, prazerosamente, é comprar um ingresso no Pacaembu, sentar na arquibancada e ver um jogo de futebol. Faz dez anos que eu não faço isso - disse o presidente, que, após oito anos, deixará o cargo em 2011.

Lula não quis responder sobre a possibilidade de o Corinthians ser campeão brasileiro (está a três pontos do líder Fluminense) e rejeitou a ideia de um dia ser presidente do clube. O presidente também falou de outros assuntos, como a polêmica em torno da declaração do Papa Bento XVI a respeito do aborto. Para ele, não há novidade nas palavras do pontífice, que apenas reafirmou o ponto de vista contrário da Igreja Católica sobre a prática.

Às vésperas do segundo turno da eleição presidencial, ele reclamou do 'nível da campanha', a que considera baixo, e disse que sua candidata, Dilma Roussef, é vítima de preconceito.

 

Marcelinho Paraíba não concorda com críticas da torcida Apesar das vaias durante o jogo contra o Ipatinga e do pedido de substituição por parte da torcida durante o jogo contra o Náutico, Marcelinho se diz bem

02:31 PM, 29/10/2010

O time do Sport vem mandando bem fora de casa na Era Geninho: em oito jogos, só perdeu um. No entanto, as queixas da torcida continuam acontecendo e, agora, se voltam contra o meia Marcelinho Paraíba , estrela do elenco, que passou a ser contestado na Ilha do Retiro.

“Não sei o que está acontecendo com ele. Talvez a fase não seja das melhores”, disse um dos torcedores presentes no treino do Leão, comentando o recente desempenho da estrela do time. Na derrota para o Ipatinga, ele foi vaiado; após o pênalti perdido no empate com o Náutico, pedidos de Romerito para substituí-lo.

Ser um dos atletas mais velhos, o mais caro e o mais famoso faz com que seja dele que se espere mais e de quem se cobre mais também. Marcelinho Paraíba tem consciência disso: “O fato de eu vir do São Paulo, a contratação de peso do momento quando eu vim. Com certeza, a responsabilidade aumenta, a cobrança é maior”, disse.

Pelo clube da Ilha do Retiro, foram 17 jogos e cinco gols. A autocrítica do meia é esta: “Estou muito satisfeito com meu rendimento. Estou muito feliz. Se existe alguém que não esteja, eu lamento. Porque tenho procurado fazer o meu melhor. Cheguei, o Sport estava nas últimas. Hoje, estamos brigando por uma vaga”, falou Marcelinho.

Quando ele chegou à Ilha, o Sport estava em 15º na tabela e, desde então, subiu 10 posições. “A nossa campanha está muito boa desde a minha chegada e da comissão técnica de Geninho. E agora, a única coisa que falta é a gente entrar no G-4, que a diferença é de 5 pontos. O torcedor pode ficar tranquilo que a gente vai fazer o máximo, o melhor para que isso venha a acontecer até o final do Campeonato”, garantiu.

Antes de deixar a sala de entrevista, Marcelinho fez uma promessa. “De hoje a 30 dias, a gente vai estar comemorando aqui, depois do jogo”, concluiu. Falta precisamente um mês, porque o último jogo do Sport na Série B será exatamente daqui a 30 dias, contra a Portuguesa, na Ilha do Retiro, no dia 27 de novembro.

tabela do campeonato serie b

02:07 PM, 29/10/2010

 

P j V E D GP GC SG %
1
Coritiba
60
31
18
6
7
55
37
18
64.5
2
América-MG
55
32
17
4
11
51
38
13
57.3
3
Figueirense
55
31
16
7
8
55
31
24
59.1
4
Bahia
55
31
16
7
8
54
36
18
59.1
5
Sport
50
31
14
8
9
48
33
15
53.8
6
Portuguesa
46
31
14
4
13
55
45
10
49.5
7
Ponte Preta
46
32
12
10
10
45
39
6
47.9
8
Duque de Caxias
45
31
14
3
14
39
43
-4
48.4
9
ASA
44
31
14
2
15
46
47
-1
47.3
10
Paraná
43
31
12
7
12
42
38
4
46.2
11
São Caetano
41
31
11
8
12
42
46
-4
44.1
12
Icasa
40
31
11
7
13
43
43
0
43
13
Bragantino
40
31
9
13
9
37
30
7
43
14
Guaratinguetá
40
31
9
13
9
39
43
-4
43
15
Vila Nova
39
32
11
6
15
42
54
-12
40.6
16
Náutico
38
31
11
5
15
33
53
-20
40.9
17
Ipatinga
33
31
9
6
16
39
51
-12
35.5
18
Santo André
32
32
8
8
16
43
54
-11
33.3
19
América-RN
32
31
8
8
15
30
56
-26
34.4
20
Brasiliense
31
31
7
10
14
30
51
-21
33.3

Classificação da Serie A

01:56 PM, 29/10/2010

 

  Tabela do cam.. J V E D GP GC SG %
1
Fluminense
57
32
16
9
7
53
33
20
59.4
2
Corinthians
54
32
15
9
8
54
39
15
56.2
3
Cruzeiro
54
31
15
9
7
43
32
11
58.1
4
Santos
48
31
14
6
11
53
42
11
51.6
5
Internacional
48
31
14
6
11
37
33
4
51.6
6
Botafogo
48
31
11
15
5
43
32
11
51.6
7
São Paulo
47
32
13
8
11
45
46
-1
49
8
Atlético-PR
47
32
13
8
11
36
40
-4
49
9
Grêmio
47
32
12
11
9
52
41
11
49
10
Palmeiras
44
31
10
14
7
36
31
5
47.3
11
Ceará
43
32
10
13
9
28
31
-3
44.8
12
Vasco
42
31
9
15
7
35
33
2
45.2
13
Flamengo
39
32
8
15
9
35
34
1
40.6
14
Atlético-GO
36
32
10
6
16
43
48
-5
37.5
15
Guarani
35
31
8
11
12
31
44
-13
37.6
16
Atlético-MG
34
31
10
4
17
41
54
-13
36.6
17
Vitória
34
31
8
10
13
34
41
-7
36.6
18
Goiás
31
31
8
7
16
34
50
-16
33.3
19
Avaí
30
31
7
9
15
39
49
-10
32.3
20
Prudente
24
31
6
9
16
31
50
-19
29

P pontos J jogos V vitórias E empates D derrotas GP gols pró GC gols contra SG saldo de gols (%) aproveitamento

Atuação de Conca contra o Grêmio ganha destaque em site argentino Diário 'Olé' diz que o meia está fazendo a diferença a favor do Flu, porém comete gafe ao dizer que a estátua do Cristo Redentor fica em São Paulo

01:52 PM, 29/10/2010

 

‘Conca redentor’, assim define o site do Diário ‘Olé’, um dos mais conceituados da Argentina, Darío Conca e sua atuação nesta quinta-feira, contra o Grêmio, no Engenhão. O meio-campo e maestro do Fluminense não só marcou os dois gols da vitória tricolor por 2 a 0, como também vem se destacando no Campeonato Brasileiro, cotado para ser eleito o craque da competição no fim do ano.

'Em um campeonato tão parelho, os pequenos detalhes fazem as grandes diferenças'. É com esta frase que o site hermano resume a importância do baixinho de pouca fala para o Fluminense na busca do título que não conquista a 26 anos. Além de destacar os 59% de aproveitamento do Tricolor das Laranjeiras na competição nacional e a disputa com Cruzeiro e Corinthians.

No entanto, ao comentar sobre a pressão da torcida tricolor para a renovação do contrato de Conca com o Flu, cometeu uma gafe ao afirmar que a estátua do Cristo Redentor fica em São Paulo, quando, na verdade, está localizada no Rio de Janeiro.

Brincadeira no treinamento termina em confusão entre Neymar e Marcel Centroavante não gosta do pedido de companheiro para pegar leve com o aniversariante Zé Eduardo e inicia bate-boca após treino no CT Rei Pelé

01:44 PM, 29/10/2010

No dia em que foi convocado novamente para a Seleção Brasileira, Neymar deixou o treinamento com um sentimento bem diferente do que ele mesmo poderia esperar. Em vez da felicidade por vestir a amarelinha mais uma vez, o atacante santista ficou revoltado com uma confusão no gramado do CT Rei Pelé, nesta sexta-feira. Tudo começou com uma brincadeira, mas acabou com os ânimos exaltados, até a turma do deixa-disso acalmar a situação

 

Assim como é normal com os aniversariantes no Santos, Zé Eduardo - que completou 23 anos nesta sexta-feira - foi alvo dos companheiros após o rachão. Foi amarrado em uma das traves e recebeu ovadas, farinha, terra, água e boladas. No momento em que os jogadores chutavam bolas contra o atacante, Neymar entendeu que Marcel estava exagerando na brincadeira ao abusar na força dos chutes e foi tirar satisfação com ele, pedindo para o centroavante pegar leve. Marcel não gostou, se exaltou, tomou a iniciativa e foi para cima de Neymar.

Aí a confusão começou. Os dois se desentenderam e chegaram a trocar empurrões e muitos xingamentos. Os outros jogadores chegaram para apartar a briga, e o lateral Pará conseguiu segurar Marcel. Logo em seguida, Neymar deixou o gramado e foi para os vestiários do CT.

Apesar dos pedidos dos jornalistas, Neymar não concedeu entrevistas após o treinamento. A versão oficial do Santos é que o atacante estava com pressa para renovar o passaporte para ir ao Qatar, já que o time viaja para Porto Alegre ainda nesta sexta.

Zé Eduardo é amarrado na trave e leva ovos e farinha na cabeça

'Muy' disputado Para Montillo,disputar Brasileirão é mais difícil do que os campeonatos argentinos

01:07 PM, 29/10/2010

 

 

Atuando pela primeira vez no Brasil, o atacante Montillo não poderia estar vivendo um momento melhor do que o atual. Além de defender uma das equipes candidatas ao título do Brasileirão, ele tem sido considerado um dos destaques da competição, com gols e belas jogadas. Motivos de sobra para comemorar, principalmente quando ele compara o campeonato brasileiro com as competições argentinas.

- É uma diferença grande. No Brasil, 10, 12 equipes podem ser campeãs. Na Argentina tem o Estudiantes, Velez. Aqui é mais complicado.

Devido à forte concorrência, observa Montillo, não se pode vacilar como fez o Cruzeiro nas duas últimas rodadas. O time comandado pelo técnico Cuca foi derrotado por Grêmio e Atlético-MG, deixando escapar a liderança no Brasileirão.

- Sabemos que dependemos só da gente. Temos que vencer a próxima partida. Ganhar o Brasileirão não é fácil. Na última partida erramos muito. É muito difícil o Cruzeiro levar quatro gols. Temos que jogar melhor porque os jogadores são os mesmos.

A equipe cruzeirense volta a campo neste sábado, quando enfrenta o Grêmio Prudente, às 18h30m (de Brasília), na cidade paulista de Presidente Prudente.

Com nove desfalques, Prudente recebe o Cruzeiro neste sábado Suspensões e lesões fazem com que o treinador Fábio Giuntini quebe a cabeça para montar o time. No entanto, ele não lamenta as ausências

01:04 PM, 29/10/2010

Lanterna do Campeonato Brasileiro com apenas 24 pontos, o Grêmio Prudente terá, ao todo, nove desfalques para enfrentar o Cruzeiro, neste sábado, às 18h30m (de Brasília), no Prudentão, pela 32ª rodada. Além dos que continuam no departamento médico, se recuperando de lesões, como o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira, o volante Rodrigo Mancha, e os atacantes Hugo e Rafael Martins, mais cinco atletas estão fora.

Os zagueiros Leonardo e Flávio Boaventura foram expulsos na vitória sobre o Santos, no último domingo, e cumprirão suspensão automática. O goleiro Giovanni e o atacante Wesley, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e o centroavante Wanderley por força de contrato com o time mineiro também não jogam.

Já acostumado a este tipo de situação, Giuntini mantém a postura de outras ocasiões. O comandante prudentino prefere exaltar o grupo de jogadores a ficar lamentando as ausências.

- Precisamos estar preparados para este tipo de situação. Encaro isso (as ausências) com muita naturalidade. Sempre falo que uma coisa que não me tira o sono são as suspensões, porque confio demais no grupo. Tem jogadores que estão entrando e dando conta do recado sem deixar cair o nível de qualidade - afirmou o treinador ao site oficial do clube.

Em compensação às baixas, o técnico terá a volta da dupla de zaga que mais vezes jogou com ele no comando: Anderson Luís e Diego Giaretta. A dupla ficou fora apenas da partida diante do Santos, no último domingo, desde quando Giuntini assumiu o comando no jogo contra o Guarani, há seis rodadas.

Já para o lugar do goleiro Giovanni, o reserva imediato da posição é Sidney. Para a vaga deixada por Wesley, porém, Giuntini ainda não definiu substituto.

Atlético-GO não mata o jogo, Márcio entrega empate, e Ceará sai no lucro Empate em 1 a 1 não traduz a pressão do Dragão, que massacrou no início, mas não soube superar Michel Alves. Por ora, times seguem longe do Z-4

01:00 PM, 29/10/2010

 

Em casa, o Atlético-GO entrou em campo dando as cartas no Serra Dourada, na noite desta quinta-feira. Criou, insistiu, sufocou o rival, perdeu gols e deixou de liquidar o placar. E foi castigado por uma falha do goleiro Márcio, que cedeu o empate ao Ceará no segundo tempo. Gosto amargo com o placar de 1 a 1, para quem esteve próximo de anotar mais três pontos, até com certa facilidade, e se distanciar ainda mais do Z-4. Marcão fez o gol do Dragão, e Michel, de falta, o do Vozão

O resultado, por ora, mantém as equipes longe da zona de rebaixamento. Mas breca, no entanto, o momento positivo do Rubro-Negro, que vai a 36 pontos, mas está a apenas dois do Vitória, o 17º colocado, e que ainda entra campo na rodada, sábado, diante do Vasco. Já a equipe alvinegra não perde há sete rodadas e permanece na 11ª posição, com 43, bem posicionada para se garantir na Copa Sul-Americana de 2011.

Pela 33ª rodada, o Atlético-GO vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Botafogo, no Engenhão, na próxima quarta-feira, às 19h30m (de Brasília). No mesmo dia, mas às 21h50m (de Brasília), o Ceará recebe o Flamengo, no Castelão.

Na primeira etapa, só um time jogou

O embalo e a confiança do Dragão na sequência de quatro jogos sem perder foram colocados à prova desde o começo. Sem deixar o rival respirar, a equipe de René Simões criou todos os lances de real perigo da etapa. De um lado para o outro, o Atlético-GO rodava a bola e procurava a melhor forma de furar a defesa cearense, o que não foi nada difícil. Com Juninho infernizando pela direita e Thiago Feltri com espaço na direita, 13 bolas foram cruzadas na área.

O primeiro grande susto veio com o potente chute de Renatinho de longe. Michel Alves se esticou para espalmar, aos 18. Logo em seguida, Marcão, a referência do time, começou a aparecer. Aos 21, cabeceou para fora. Insistente, abriu o placar aos 25, após erro da zaga, que não afastou o perigo pelo alto. O atacante deixou a bola cair e tocou na saída do goleiro.

 

Como o seu treinador já havia notado, o time da casa já não é mais dependente de Elias, artilheiro do clube na Série A, que ficou no banco porque ainda não está 100% fisicamente após um estiramento muscular na coxa. A vantagem não acomodou o Dragão, que seguiu na pressão. Robston, de fora da área, e Gilson, de cabeça, pararam em Michel, que evitou placar elástico. A inoperância do Vozão chegou ao ponto de Dimas Figueiras trocar Anderson, que não era capaz de parar Marcão, por Sacoman.

Isolado na esquerda, Magno Alves era o único que produzia algo, mas não tinha nem a companhia do parceiro Washington, nulo em campo. Nos minutos finais do primeiro tempo, a equipe alvinegra ensaiou a recuperação, trabalhou mais a bola, só que sofria para concluir a gol. Aos 42, para fechar a série de lambanças cearenses, Heleno deixou para o goleiro, que carimbou Marcão e a bola quase entrou. Seria contra.

No segundo tempo, evolução cearense

Na volta do intervalo, a partida já estava mais equilibrada. Bem distribuído, o Ceará acionava o meia Geraldo e seus laterais com alguma frequência. Ainda assim, nada de fazer Márcio sujar o uniforme. Curiosamente, o panorama era semelhante ao do jogo da última quarta, também no Serra Dourada, entre Goiás e Avaí. Atrás no marcador, os visitantes buscavam o empate. No jogo pela Sul-Americana, porém, a virada ocorreu em dez minutos.

Desta vez, a movimentação no placar demorou um pouco mais. Elias ainda entrou, para a festa da torcida, e ajudou a criar dois lances importantes, em que Michel Alves se fez presente novamente. Aos 19, Agenor isolou oportunidade incrível, já com o goleiro batido. À beira do gramado, René se desesperava com os erros e temia pelo pior.

Que aconteceu aos 29, em cobrança de falta de longe de Michel que Márcio não encaixou: 1 a 1, em frango do camisa 1, que até então só afastara cruzamentos da área. O resultado já era razoável para o Vozão, mas a equipe não recuou. Aproveitou-se do cansaço do adversário e assustou em outros dois contragolpes. Até o apito final de Paulo César de Oliveira, muita cera do Ceará, insistência sem criatividade do Dragão e substituições que não surtiram efeito de ambos os lados.

 

ragão e substituições que não surtiram efeito de ambos os lados.

 

 

aTLÉTICO-GO 1 x 1 CEARÁ
Márcio, Adriano (Chiquinho), Gilson (Jairo), Daniel Marques e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Robston e Renatinho (Elias); Juninho e Marcão Michel Alves; Boiadeiro (Careca), Anderson (Deivid Sacoman), Fabrício e Vicente (Eusébio); Michel, Heleno, João Marcos e Geraldo; Washington e Magno Alves.
 
Técnico: René Simões Técnico: Dilmas Figueiras
Gols: Marcão, aos 25 minutos do primeiro tempo; Michel, aos 29 do segundo tempo
Cartão amarelo: Michel Alves (CEA) / Cartão vermelho: -
Público: 3.840 pagantes    Renda: R$ 63.875,00
Local: Serra Dourada, Goiânia.  Data: 28/10/2010.  Árbitro: Paulo César de Oliveira (SP/ Fifa) . Auxiliares: Márcio Luis Augusto (SP) e João Bourgauber Nobre Chaves (SP)

Grupo fechado Dorival relaciona 18 jogadores para jogo contra o Botafogo. Wescley é a novidade

12:58 PM, 29/10/2010

 

 

 

O técnico Dorival Júnior comandou um treino recreativo na manhã desta sexta-feira na Cidade do Galo. Um rachão descontraído, para finalizar em alto astral a semana. O Atlético-MG encara o Botafogo neste sábado, às 18h30m (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, partida importante para confirmar o bom momento da equipe e a permanência fora do Z4.

Para a partida contra o time carioca, o treinador do Galo relacionou 18 jogadores. A novidade é o atacante Wescley, das categorias de base do clube.

Veja abaixo a lista completa dos atletas que vão encarar o Fogão.

Goleiros: Renan Ribeiro e Aranha
Laterais: Rafael Cruz e Leandro
Zagueiros: Cáceres, Réver e Lima
Volantes: Alê, Serginho e Méndez
Meias: Jackson, Diego Souza, Renan Oliveira e Nikão
Atacantes: Obina, Ricardo Bueno, Diego Tardelli e Wescley

 

Mano diz que Corinthians não será prejudicado por ter atletas na lista Elias e Jucilei são convocados para o amistoso contra a Argentina, dia 17 de novembro, no Qatar. Douglas, do Grêmio, ganha elogios do treinador

12:29 PM, 29/10/2010

O técnico Mano Menezes afirmou nesta sexta-feira, no Hotel Intercontinental, em São Conrado, que os clubes brasileiros que tiveram jogadores convocados para a Seleção Brasileira não serão prejudicados na reta final da Série A. De acordo com o treinador, o confronto do dia 17 de novembro, contra a Argentina, em Doha, no Qatar, acontecerá entre duas rodadas da competição. O Corinthians foi a equipe com mais atletas lembrados pelo comandante para o confronto diante dos hermanos: o volante Jucilei e o apoiador Elias foram chamados.

- Não fizemos negociação para essa partida com a Argentina porque não vamos interferir no Campeonato Brasileiro. É um jogo isolado que vai ser disputado em uma quarta-feira e não existe rodada do Brasileiro. A rodada sofreu a sua definição de marcação de horário para sábado, domingo, e teremos um jogo na quarta anterior que é Ceará e Botafogo. Tudo foi encaminhado para priorizar a Seleção, mas sem causar prejuízo aos clubes envolvidos no Brasileiro - afirmou Mano.

Além dos dois jogadores do Corinthians, Mano convocou outros seis atletas que atuam no Brasil: os goleiros Jefferson, do Botafogo, Victor, do Grêmio, e Neto, do Atlético-PR, o zagueiro Réver, do Atlético-MG), apoiador Douglas, do Grêmio, e o atacante Neymar, do Santos. O treinador da Seleção aproveitou para comentar a presença do jogador do Tricolor gaúcho na lista.

- É um jogador que conheço muito bem, com quem trabalhei no Corinthians. É um meia que reúne características de armação, de posse de bola, de saber reter a bola. É mais forte fisicamente para um jogo que o contato de marcação será mais duro. Ele tem produzido bem no Grêmio, não faríamos sua convocação em função de um jogo só - explicou o treinador.

De acordo com a CBF, a Seleção Brasileira vai realizar dois treinamentos em Doha antes do confronto diante do argentinos. Os jogadores devem seguir para o Qatar no dia 14.