Translation

translation services

Esquina Urbana

22/5/2012 - BERLIM: ARQUITETURA E URBANISMO NA ALEMANHA

 

               Visito Berlim. Uma cidade que registra uma trágica e tumultuada história ao longo do século vinte. A cidade, como todos sabem, foi amplamente destruída durante a segunda grande guerra mundial. Hoje, apesar deste fato, um visitante desatento terá dificuldade de imaginar que Berlim tenha sido palco de intensos bombardeios e lutas pelo seu controle.

.

               Custa crer que em 1945 o Tiergarten, seu ameno e generosamente arborizado grande parque urbano, não contasse segundo guias da cidade com uma única árvore. Todas tinham sido abatidas para fornecer lenha para mitigar o frio e abrir espaço para o cultivo de hortaliças suprir a falta de alimentos então enfrentada pelos moradores da cidade. Um forte testemunho da capacidade de recuperação do seu povo.

.

              No meu entender este grande esforço de reconstrução da cidade levou, em algumas situações, a resultados ambíguos. Se o urbanismo de Berlim é digno de elogio, a arquitetura merece algumas observações críticas. Um exemplo a ser mencionado é o conjunto arquitetônico da  Potsdamer Platz. Uma área carregada por simbolos das vissitudes enfrentadas pela cidade. Nela está localizado o monumento, projetado por Peter Eisenman, em memória dos judeus trucidados no holocausto. Na área um dos poucos edifícios sobreviventes foi a Matthauskirche. É importante lembrar que nesta igreja, em 1931, foi ordenado o pastor luterano Dietrich Bonhoeffer. Um pastor, a ser devidamente reverenciado, como um dos responsáveis pela grande renovação teológica contemporânea e por seu ativo papel no movimento de resistência anti-nazista. Uma participação que o levou à prisão e  enforcamento, em 9 de abril de 1945, ao final da guerra, por ordem direta de Adolfo Hitler.

.

               Nos arredores da Matthauskirche foram inseridos  edifícios projetados por uma constelação de grandes estrelas da arquitetura contemporânea. Aí estão localizados projetos de Hans Sharoun (Berliner Philharmonie e Staatbiblioteken Berlin), Mies Van de Rohe (Neue Nationalgalerie), Rafael Moneo (Grand Hyatt Hotel), Arata Isozaki (Berliner Volksbank). Helmut Jahn (Sony Center) e muitos outros. É digno de nota o singelo  Postdamer Platz Arkaden, projetado por Norman Foster.

.

               Muitos destes edifícios considerados como projetos isolados são, sem sombra de dúvida, dignos de nota. São obras, entretanto, que foram projetadas sem grande consideração com sua vizinhança. Resultam de uma arquitetura que olha somente para seu umbigo e não conversa com quem está ao lado.

.

               Berlim apresenta um elevado padrão urbanístico. Suas calçadas, seguramente, podem ser classificadas como das mais generosas e bem equipadas do mundo. Calçadas largas, acessíveis, frequentemente associadas com ciclovias são a norma da cidade. Uma dos principais  espaços comerciais da cidade, a rica, elegante e sofisticada Kurfürstendamm, localizada no bairro Schloss Charlottenburg , conta com calçadas com   quatorze metros de largura nos dois lados  da via. Berlim, com suas calçadas, é um excelente exemplo para as demais cidades do mundo.    

 B

Postar um comentário!

<- Última Página :: Próxima Página ->

Sobre Mim

Esquina Urbana é um ponto de encontro para quem gosta de urbanismo e de discutir as cidades. É um espaço para o encontro de idéias sobre os problemas, soluções e desafios do nosso tempo.

«  November 2017  »
MonTueWedThuFriSatSun
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Amigos