Translation

translation services

Esquina Urbana

7/6/2012 - DRESDEN: ARQUITETURA E URBANISMO NA ALEMANHA

 

 

                É, sem dúvida, temerário tecer considerações sobre uma cidade após uma visita de apenas um dia.  Feita esta ressalva, vale dizer que o encanto, beleza e qualidades da cidade me levaram a desconsiderar toda e qualquer prudência. Comento assim alguns aspectos significativos da cidade. É interessante registrar que Dresden, patrimonônio artístico e histórico da humanidade, apesar de não ser um alvo, econômico ou militar, sofreu devastadores bombardeios da aviação aliada durante a segunda guerra mundial. Uma absurda loucura que a mente e o coração não conseguem justificar e se contrapõe com a lógica das estrategias militares.

.

               Como no restante do país Dresden guarda poucos vestígios aparentes do tempo dos horrores. Como a cidade se localizava na chamada Alemanha comunista, parte de tudo que foi  reconstruído ou reposto realizou-se antes da reunificação do país em 1990. Este período deixou um legado de obras de recomposição e recuperação da significativa arquitetura deixada pelo passado.  Um herança que também deixou edificações modernistas como o Teatro/Centro Cultural que ainda hoje ostenta em suas paredes grandes painéis de exaltação dos valores do socialismo.

.

              Aparentemente, ao contrário de Berlim, a introdução de novas arquiteturas, se fez de uma forma menos grandiloqüente. Novas construções são mais modestas e discretas. Talvez, em função do peso, valor e qualidade da herança arquitetônica do passado, novos edifícios não procuraram chamar a atenção apenas para si mesmos. Uma atitude sábia, na medida em que a cidade resulta de uma multiplicidade de iniciativas que integram e conferem uma identidade a um universo edificado. Em Dresden os valores do conjunto prevalecem sobre cada uma de suas partes.

.

               Esta discrição não impediu a cidade de valorizar uma necessária urbanidade, Dresden soube também se adaptar à novas demandas e usos. Dresden, a exemplo da capital alemã, também conta com magníficos espaços de circulação de pedestres. Em uma de suas novas ruas comerciais a calçada de um dos lados da via beira os vinte metros de largura. Uma dessas ruas a Prager Straße merece ser destacada. Esta via foi organizada como um grande espaço pedestrianizado e comercial, que liga a Dresden Hauptbahnhof, a estação ferroviaria, ao centro da cidade.

.

               Um grande shopping, articulado com este espaço chama a atenção. Foi cuidadosamente localizado e concebido. Chama a atenção o fato dele não se configurar, a exemplo dos nossos shoppings, como um imenso elefante branco comercial   Estes aquí, regra geral, tem todas as suas paredes externas cegas. Edifícios que agressivamente se isolam da paisagem circundante e da cidade. O centro comercial de Dresden se abre de forma franca e direta para amplos espaços urbanos pedestrianizados e articulados com sistemas de transporte público urbano (ônibus e VLT) e regional (trem).  Nem por isso deixa de oferecer estacionamento coberto para a clientela motorizada.  Quando abriremos nossos olhos para este bons exemplos?             

ß 

Postar um comentário!

<- Última Página :: Próxima Página ->

Sobre Mim

Esquina Urbana é um ponto de encontro para quem gosta de urbanismo e de discutir as cidades. É um espaço para o encontro de idéias sobre os problemas, soluções e desafios do nosso tempo.

«  November 2017  »
MonTueWedThuFriSatSun
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Amigos