Tabela INSS

É viável contribuir com o INSS?!

  • 7/6/2017
  • 04:16 PM

O apresentação “abono na advertência” emplacou nesse final de ano: ele está na academia, na conjunto de meios de comunicação apurado, nas redes sociais, nas rodas de conversas — e similarmente sob maneira de afirmação nas ruas. De acordo com o apresentação FOCUS do Bacen1, a economia brasileira precisa abranger o ano de 2016 com mais uma retração, estimada em uma queda de 3,48% no PIB. No decorrer do triênio 2014-2016 a renda per capita terá caído por volta de 10%. Nesse acontecimento, a abono da advertência ganha sui generis necessidade.

O Brasil gasta hoje 12% de todo o seu PIB com advertência, o que já é bastante acima da média para países com uma indivíduos tão jovem quanto a brasileira. De acordo com o IPEA, o essencial órgão de estudo econômica do governo federal, se não houver mudanças nas regras atuais essa aplicação precisa alcançar a 20% em 20602. Este nível é improcedente: gastando 20% ou mais do PIB com advertência, o governo estaria gastando mais da meio do seu orçamento com pensões e aposentadorias, o que inviabilizaria despesas com produtos essenciais como escolas, funcionalismo e hospitais.

Aqui 2 pontos precisam ser considerados. Primeiro, o país está envelhecendo: a aguardamento de vida do brasileiro está aumentando e tende a reforçar também mais, o que conduz a um crescimento de gastos com afazeres com a saúde. De acordo com, assistimos uma queda expressiva do índice de natalidade no nosso país. Somados, estes 2 elementos são nitroglicerina pura no momento em que o assunto é Advertência Civil.

Como as indivíduos tendem a viver por mais tempo, elas ficarão aposentadas por um tempo bastante maior de tempo que o admirado há tempos atrás, no momento em que foram efetuadas as contribuições. Para se possuir uma idéia, a aguardamento de vida de uma mulher abscesso em 1940 era de 48,3 anos; já a aguardamento de vida de uma mulher abscesso em 2015 no Brasil é de 79,1 anos. Lembrando que essa é a aguardamento de vida ao nascer: uma mulher que hoje possui 65 anos de idade vai viver na média até os 84,8 anos3.

Ao inclusive tempo o algarismo médio de filhos por mulher caiu totalmente no Brasil: de 5,8 filhos em 1940 para apenas 1,77 filhos em 2015.O resultado é que as indivíduos ficarão aposentadas por mais tempo, uma vez que viverão mais, e ao inclusive tempo teremos na algema produtiva um algarismo cada vez menor de jovens e adultos em idade economicamente ativa pagando o vatagem destes.

É uma bomba. Hoje há por volta de 2,2 contribuintes para cada beneficiado da advertência. Estima-se que em redor de 2040 haverá somente um colaborador para cada beneficiado. Se nenhuma abono profunda for ensejo no sistema, o vatagem, que para a maior parte da indivíduos já é muito baixo, precisa coarctar também mais.

Na atualidade o valor da achega para o INSS frequentemente varia entre 5 a 20% do valor completo do seu salário. O valor que você agradecimento é utilizado para pagar a albergaria de indivíduo que já está afastado, e no momento em que você se abandonar, esse dinheiro lhe será revertido por intermédio do pagamento da sua albergaria.

A Advertência Civil é deficitária, isto é, ela “agradecimento mais que ganha”. E o tabela inss 2018 é como uma empresa que acareia prejuízo, ano depois de ano. Para acentuar a situação, este “prejuízo” amplifica com o mudar do tempo, de forma improcedente. Daí surgiu mais uma asserção de abono. Vale advertir que essa não é a primeira: houve outras em 1998, 1999, 2003, 2015 e 2016.

banner-blog-lancamentoMas como a asserção atual do governo influencia você? Se aprovada, as novas regras vão adquirir de modo direto homens com pouco de 50 anos e mulheres com pouco de 45 anos. Homens com 50 anos de idade ou mais e mulheres com 45 anos de idade ou mais poderão aposentar-se com regras diferenciadas, que ficarão a meio caminho entre o sistema atual e o novo.

Deverão executar um tempo acessório de achega (pedágio) afim a 50% (cinquenta por cento) do tempo que, na data de promulgação da Alteração, faltaria para adquirir o algarismo de meses de achega exigido.


Comentários deixe um comentário