Tricolor Querido

Sobre Mim

Nascido em 1981, ano do bi campeonato paulista. Uma vida dedicada ao Tricolor mais querido do Brasil.
Home | Perfil | Arquivos | Amigos

Derrota no Morumbi!!! - 12:06 AM, 17/3/2014

     

 

   Após sete jogos de invencibilidade, com boas apresentações e vitórias importantes no campeonato, o São Paulo perdeu para o Ituano por 1 a 0 em pleno Morumbi. Agora o Ituano está com a classificação quase assegurada em seu grupo, já o São Paulo apesar da derrota, confirma o primeiro lugar no grupo pois não pode ser mais alcançado pelo Penapolense, que empatou o seu jogo em casa.

    Sinceramente, assim que acabou o jogo eu tinha na minha cabeça um esboço de texto para apontar os pontos fortes, os pontos fracos, enfim, tudo aquillo que costumo fazer. Mas enquanto voltada do estádio, molhado até o osso, cheguei a conclusão que esse jogo foi muito atípico, pois só tivemos jogo até o gol do Ituano, a partir dai São Pedro acabou com o jogo.

    Lógico que eu não sou tão inocênte assim de achar que o São Paulo não poderia fazer mais do que fez, mas a situação do time já está definida, Muricy precisou deixar alguns jogadores de fora pois estavam cansados ou machucados, o Ituano jogando o jogo da vida, e logo que o gol saiu, a chuva desmoronou no Morumbi, até granizo caiu e o jogo foi parado por 7 minutos. O campo do Morumbi que é ótimo, com uma drenagem muito boa, não aguentou e o campo ficou muito ruim pra jogar, a bola não rolava. Tudo isso contribuiu para não ter jogo.

   Alguém pode me perguntar: Mas se o São Paulo precisasse da vitória? Olha, eu não sei, ai é ficar imaginando o "se". O que eu sei é que não fiquei satisfeito em ver uma derrota, eu queria ver o time ganhando, jogando pra frente, mas não deu, o time jogou mal, o adversário mais sorte, a chuva atrapalhou demais.

  Entregar? Olha, meu time está classificado faz duas rodadas, e se o São Paulo tivesse ganhado, o Corinthians estária em situação periquitante do mesmo jeito, se eles lá não tiveram capacidade de ganhar do Penapolense, problema deles. O choro é livre.


FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 1 ITUANO
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 16 de março de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Cássio Luiz Zancopé
Assistentes: Leonardo Schiavo Pedalini e Maria Eliza Barbosa
Cartões amarelos: Osvaldo, Luis Fabiano, Antônio Carlos (São Paulo). Jackson Caucaia, Cristian (Ituano)
Cartão vermelho: Ganso (São Paulo)
Público: 15.171 pagantes
Renda: R$ 225.715,00
GOL: ITUANO: Esquerdinha, aos 13 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Luis Ricardo (Ewandro), Antônio Carlos, Edson Silva (Lucas Evangelista) e Álvaro Pereira; Wellington, Rodrigo Caio e Ganso; Osvaldo, Luis Fabiano e Ademilson
Técnico: Muricy Ramalho
ITUANO: Vagner; Dick, Alemão, Anderson Salles e Dener; Josa, Jackson Caucaia, Paulinho (Marcelinho) e Cristian (Gercimar); Esquerdinha (Marcinho) e Rafael Silva

Técnico: Doriva

 

 


1 Comentários | Incluir Comentário

Pré-jogo: São Paulo x Ituano - 01:20 AM, 16/3/2014

    

 

São Paulo x Ituano - 16/03/14 - Morumbi - Campeonato Paulista


   São Paulo entra em campo neste domingo contra o Ituano pela 14ºrodada do campeonato paulista. A partida em sinão teria um grande apelo pois o Ituano não é um grande time apesar de estar lutando pela classificação, e o São Paulo já esta calssificado paras as oitavas de final. Mas o jogo acabou ganhando vários ingredientes que faz todo mundo olhar para esse jogo.

    Primeiramente o jogo serve para o Tricolor conseguir os três pontos e melhorar a sua classificação geral no paulistão. Além disso, o São Paulo vai fazer a estréia das duas novas camisas de 2014. Graças a um acordo com a federação e o Ituano, o São Paulo vai poder jogar o primeiro tempo com a nova camisa 1 e o segundo tempo com a nova camisa 2. Além de tudo isso, a diretoria fez uma ótima promoção de ingressos e o público no estadiodo Morumbi deve ser bom, acredito que acima de 20 mil pessoas.

   O último ingrediente desse jogo acontece por uma dessas peças que o futebol prega no torcedor, pois assim como em 2004, o rival da rua São Jorge depende de uma vitória Tricolor para poder ser salvo, a única diferença é que naquele ano o problema era o rebaixamento, já nesse ano é um pouco menos grave, pois esta em jogo a classificação do rival. Infelizmente isso acaba causando um racha na torcida pois muitos sãopaulinos querem que o time entregue para prejudicar o rival. Já outros não querem ver o time entregar, apesar de não ficarem tristes com a derrota. Eu faço parte daqueles que mesmo que tente torcer para que o time perca ou entregue (como os rivais fizeram em 2009 entregando o jogo para o Flamengo), eu não consigo, e não vou conseguir vaiar quem fizer o gol da vitória Tricolor. Mas essa vitória do São Paulo, caso aconteça, vai jogar uma pressão para que o time seja campeão, pois em caso de nova eliminação, a torcida não vai perdoar.

   Muricy, como vem sendo tradicional, não confirmou o time titular. Durante a semana ele até cogitou escalar um time reserva, mas parece que desistiu e vai colocar o que tem de melhor, a ausencia com certeza será o volante Souza que esta machucado. Já Antônio Carlo pode ser poupado também por ter sentido dores na perna. O São Pau.lo pode ir a campo com: Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlo (Edson Silva) e Alvaro Pereira; Welington, Maicon e Ganso; Osvaldo, Luis Fabiano e Pabón. Lembrando que os cartões não serão zerados para a próxima fase, então esse jogo deve marcar a limpeza de cartões do elenco para que ninguém corra o risco de ficar de fora dos momentos decisivos.

    


0 Comentários | Incluir Comentário

Nova camisa Tricolor!!! - 01:54 PM, 15/3/2014

 

 

    Neste domingo contra o Ituano o São Paulo estreará seus novos mantos. Sim, mantos, pois no primeiro tempo jogara com o uniforme 1, branco, e no segundo tempo com a camisa 2, listrada.  O São Paulo já esta fazendo a pré-venda da nova camisa no site da loja oficial.

  Vendo as imagens que vazaram na internet, particulamente gostei muito da nova camisa. Segundo o site oficial do São Paulo, a camisa foi inspirada nos anos 70 e 80. No uniforme 1, as listras horizontais estão mais pra cima, na altura do peito. A gola não é mais estilo poli. O patrocínio da Semp ficou um pouco mais "espremido",  talvez ficaria melhor se ficasse na parte de baixo. Mas como a marca Semp é vermelha, não ficou destoada. A camisa 2 também ficou bonita e bem tradicional, do jeito que tem que ser. A gola é em "V" e diferente do ano passado, as mangas também tem listras. 

   Tanto a camisa 1 quanto a 2, o simbolo deixou de ser bordado, agora é feito com a tecnologia termotransfers, e as estrelas são estampadas. Talvez esse seja um ponto negativo pois não só a penalti mas como a enorme maioria das fabricantes de camisas hoje em dia, fazem estampas que duram pouco tempo depois de algumas lavagens, diferente das camisas dos anos 80 e 90.

   Enfim, a camisa ficou muito legal, sem invenções mirabolantes, simples, tradicional, com as cores dos patrocinadores que deixam a camisa sóbria. Muita gente acha que tem que ter inovações, novidades. Sinceramente não concordo, tem coisas que não precisam ser mexidas, ee na verdade a camisa do São Paulo não precisa ser mexida, reinventada.

   O site Arquibancada Tricolor (www.arquibancadatricolor.com.br), foi o site responsável por mostrar em primeira mão as novas camisas do Tricolor, quem quiser ver detalhes pode acessar o canal do Arquibancada Tricolor no youtube e ver o video, alias recomendo acessarem tanto o site, quanto o blog e o Twitter e Facebook do Arquibancada Tricolor

 

Link para ver novas camisas do Tricolor:      https://www.youtube.com/watch?v=EePzg-aEpqg

 

 


1 Comentários | Incluir Comentário

No caminho certo!!! - 01:07 AM, 13/3/2014

 

 

  

    Na estreia do São Paulo na Copa do Brasil e de Alexandre Pato com a camisa Tricolor, Osvaldo marcou um golaço e deu a vitória ao time de Muricy Ramalho. Esse resultado não elimina o jogo de volta no Morumbi que acontecerá no dia 19 de abril.

   Muricy Ramalho resolveu mexer não só na escalação como também na parte tática. Surpreendeu e sacou Ganso, abriu Pabon e Osvaldo pelos lados do campo e fez Luis Fabiano se movimentar mais para buscar jogo com Pato, e o primeiro tempo mostrou que ele acertou pois o time estava rápido. Luis Fabiano e Pato fizeram boas tabelas no começo do jogo e Osvaldo infernizava a defesa alaogana pelo lado esquerdo. Foi dele as principais jogadas do time no primeiro tempo, pecou em um momento em que tinha Luis Fabiano livre na área mas tentou chutar e jogou para fora. Luis Fabiano chegou a vencer o goleiro Pantera mas não o zagueiro que tirou em cima da linha após ótima jogada novamente de Osvaldo. O CSA pouco chegou e o melhor lance foi um chute de longe que Rogério Ceni fez ótima defesa.

   Já no segundo tempo o time começou em cima e logo aos 8 minutos, Alvaro Pereira cruzou, a zaga tirou e caiu no pé de Alexandre Pato na entrada da área, ele dominou, tocou para Osvaldo, que dominou de costas para o gol, girou pelos zagueiros e fuzilou de esquerda. Um golaço de Osvaldo que merecia muito esse gol, pois nessa sequência de vitórias do São Paulo, ele vem sendo o principal nome do ataque do Tricolor.

  A partir dai o jogo muito um pouco a caracteristica. O São Paulo não conseguiu manter o ritmo, aparentemente cansou e começou a dar espaços no meio de campo para o CSA. Mesmo assim o time alagoano não chegou tantas vezes, as melhores chances foram em chutes de fora da área e em erros da defesa, como por exemplo na recuada desatrosa de Alvaro Pereira, a bola ficou curta, Rogério não alcançou mas conseguiu levar o atacante para a linha de fundo, fazendo o atacante errar o chute. O uruguaio alias que não esteve bem e foi a sua pior apresentação com a camisa Tricolor, errou muitos passes, marcou muito mal, nem de longe foi o ótimo jogador que normalmente é. Pabón também não esteve bem, errou passes e pareceu um pouco perdido nessa formação do time, mesmo no primeiro tempo onde o Tricolor foi muito bem e chegou várias vezes, em nenhum momento Pabón apareceu.

   E lógico, não poderia deixar de falar da estréia de Pato. Muito se falava que ele sempre marcava nas estréias e tudo mais. Ele não marcou o gol, quer dizer, até marcou mas foi anulado com razão pelo árbitro, só que mesmo não fazendo o gol, ele fez uma boa partida, principalmente levando em consideração que ele não joga ha mais de um mês. Pato procurou o jogo, fez boas tabelas com Luis Fabiano, arriscou chutes, lances de efeito, Gostei da postura do jogador, princpalmente no primeiro tempo. No segundo tempo caiu de produção por cansaço, e quando Ganso entrou no lugar de Luis Fabiano, foi jogar como atacante e na única bola que chegou o goleiro Pantera justificou o nome e fez uma defesa incrível. Enfim, uma boa estréia, nada de fenomenal, mas que deu uma boa impressão para a torcida.

   O São Paulo esta no caminho certo, vem evoluindo, os jogadores estão querendo mostrar que o que aconteceu no ano passado não se repetira nunca mais. Sei que o ideal era eliminar o jogo de volta, mas o CSA não é um timinho insignificannte. E o São Paulo ainda é um time em formação, com o elencou, na minha opinião, ainda limitado e pequeno, por exemplo Antônio Carlos saiu com dores e na primeira jogada de Edson Silva deixou o atacante livre, com certeza não tem o nível dos titulares. Mas da tempo de deixar o time bem para as finais do paulistão e principalmente deixar o time voando para o segundo semestre.


FICHA TÉCNICA:

CSA 0 x 1 SÃO PAULO

Local: Rei Pelé, Maceió (AL)
Data/Hora: 12/03/2014 - 22h
Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB)
Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa e Oberto da Silva Santos (ambos da PB)
Renda/Público: R$ 383.000,20/17.006 torcedores
Cartões amarelos: Charles Vagner (CSA); Alvaro Pereira (SAO)

Gol: Osvaldo, 8'/2ºT (0-1);

CSA: Pantera; Pedro Silva, Roberto Dias, Tiago Garça e Mineiro; Charles Vagner, Lucas, Santos (Williams Vassoura, 16'/2ºT) e Daniel Costa; Uederson (Thiago, 15'/2ºT) e Jeferson Maranhense. Técnico: Oliveira Canindé

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos (Edson Silva, 27'/2ºT) e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon, Pabon e Osvaldo (Ademilson, 39'/2ºT); Alexandre Pato e Luis Fabiano (Ganso, 25'/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho



 


0 Comentários | Incluir Comentário

Pré-jogo: CSA x São Paulo - 02:15 AM, 12/3/2014

 

CSA x São Paulo - 12/02Q14 - Estádio Rei Pelé - Copa do Brasil

 

   São Paulo começa sua luta pela conquista do inédito título da Copa do Brasil. O adversário é o CSA de Alagoas, no estádio Rei Pelé na capital Maceió, uma vitória por dois gols ou mais de diferença clássifica o São Paulo, sem a necessidade de se fazer o jogo de volta.

    Além da estréia no importante torneio nacional, o jogo marca a estréia de Alexandre Pato. O jogador já treina a mais de um mês mas por ter jogado mais de 3 partidas pelo antigo clube, não tem condições de jogar o Paulistão. Uma estréia que esta sendo esperada por todos, alguns com entusiasmo, muitos outros com desconfiança pois o jogador, apesar de ter marcados muitos gols no ano passado, não conseguiu mostrar um futebol que inspirasse confiança. 

   Sinceramente não fui um intusiasta da contratação de Pato, justamente pelo histórico dele nos últimos dois anos, mas já que chegou, vamos ao menos esperar ele jogar alguns jogos para poder ser cobrado. Olhando a dedicação nos treinamentos que Pato mostrou nesses dias, as entrevistas e até atitudes, acho que tem tudo para que ele consiga fazer uma boa partida e ajudar o time. 

   Após o time chegar em Maceió praticamente nos braços da sua torcida, que fez uma linda recepção ao elenco, Muricy fez um treino de reconhecimento do gramado do Rei Pelé, e pela movimentação do time, a tendência é que Alexandre Pato entre no lugar de Osvaldo. Essa formação muda um pouco o jeito do time jogar, pois Pato pode tanto cair pela lateral do campo, como faz Osvaldo, quanto chegar como ponta de lança, dando mais opção ao ataque e ajudando Ganso na armação do time. Com Osvaldo o time estava indo bem, e o próprio jogador estava começando a fazer boas partidas, mas Pato é um jogador tecnicamente melhor e como disse antes, da mais opções táticas para a equipe.

   Muricy ainda não divulgou o time, a única certeza é que Souza não joga pois machucou o joelho no clássico. Assim a provável escalação é: Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira, Wellington, Maicon e Ganso, Pabón, Luis Fabiano e Pato.


1 Comentários | Incluir Comentário

Tricolor vence, convence e afunda rival!!! - 01:18 AM, 10/3/2014

 

       


   Foram 12 clássicos sem vitórias, 12 jogos sofrendo, vendo o adversário levar a melhor e por culpa nossa, pois praticamente entravamos já derrotado, sem garra, sem vontade, tomava um gol e se desesperava. Mas hoje foi diferente, uma apresentação muito boa, com muita raça, vontade, com jogadores chamando a responsabilidade.

     Logo no começo do jogo, a história de amarelar em clássico parecia que iria se repetir, pois nos 10 primeiros minutos, mesmo tendo boas chegadas na área adversária, mas entregou pelo menos três bolas impressionantes para o rival, um monte de bolas recuadas de forma perigosa, na fogueira. E foi em uma dessas bobeadas saiu o gol deles. Uma bola cruzada, nenhum atacante por perto, a bola no pé do Antônio Carlos, ele da um chutão e a bola vai pra tras, impressionante.

    Mas ai a história mudou, ao invéz do time se desesperar, o time botou a cabeça no lugar, tocou bem a bola, aproveitou que o time adversário recuou todo mundo e começou a pressionar. Acuou o alvi negro no seu campo, mas não conseguia chegar perto do gol, até porque Ganso não conseguia fazer a bola chegar redonda, apesar dele estar aparecendo bastante para o jogo. Mas ai o camisa 10 resolveu fazer aquilo que eu sempre peço, assumir a responsabilidade, chamar o jogo para si pois quando ele faz isso o jogo flui, anda. Dominou a bola na intermediária, foi para cima e acertou o ângulo, golaço fazendo mais justiça no placar, pois só o São Paulo jogou.

   Já no segundo tempo o Tricolor voltou melhor ainda, aproveitando a substituição, ao meu ver, equivocada do técnico adversário, dominou o meio de campo e chegava com certa frequência na área, e o gol não demorou a sair. Douglas fez uma baita jogada pela meia direita e tocou para Pabón, e essa jogada está sendo mortal para os adversário, Pabón entra na área e rola para Luis Fabiano que só coloca para dentro do gol de Cássio, um belo gol fazendo justiça no placar. Só que como o São Paulo gosta de complicar o que está fácil, depois de perder uma bola no ataque, o São Paulo assistiu Guerrero passear pelo lado do campo e chutar cruzado, novamente Antonio Carlos desvia e marca contra, mais um empate de uma forma bisonha, em um jogo dominado, Novamente a história parecia que iria se repetir.

   Mas hoje a história foi reescrita, pois o time continuou com a cabeça no lugar e indo pra cima. E aos 33 minutos Osvaldo recebe na esquerda, cruza no segundo pau e Rodrigo Caio aproveira vacilo do marcador e marca de cabeça. Fim do jejum de vitórias no clássico. Depois do terceiro gol o São Paulo controlou a partida até o fim. Uma vitória convincente, em cima de um grande rival e que poderia até ter sido mais fácil. 

   Importante exaltar a atuação de todo o time, mesmo o Antônio Carlos que fez dois gols contra e não fez sua melhor atuação, jogou com muita raça e vontade. Luis Fabiano não é nem de longe o centroavante rápido de antes, mas está se esforçando demais, se apresentando, correndo e marcando gols. Douglas é limitado mas compensou com muita raça. E Ganso fez um golaço, apareceu pro jogo, tentou, mas ainda esta longe do que pode produzir, pois no segundo tempo ficou muito tempo encaixado na marcação adversária. 

   Enfim, uma vitória muito importante e que pode dar uma nova vida para o São Paulo, não só pelo adversário que é um rival, mas por ter dado fim ao jejum de vitórias em clássicos, em um momento decisivo. Parabéns elenco e Muricy Ramalho.


FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 X 3 SÃO PAULO

Local: Estádio do Pacaembu (SP)
Data/Hora: 9 de março de 2014, às 16h
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Junior e Anderson Jose de Moraes Coelho
Público/renda: 29.119 pagantes / R$ 1.003.613,50
Cartões amarelos: Cássio, Luciano, Danilo (Corinthians), Maicon, Antônio Carlos, Wellington (São Paulo),

GOLS: Antônio Carlos (contra), 9/1ºT (1-0), Ganso, 38/1ºT (1-1), Luis Fabiano, 5/2ºT (1-2), Antônio Carlos (contra), 14/2ºT (2-2), Rodrigo Caio, 34/2ºT (2-3).

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Cleber, Gil, Uendel; Ralf, Guilherme e Bruno Henrique (Danilo, aos 38/2ºT); Renato Augusto (Guerrero - Intervalo), Luciano e Romarinho (Emerson Sheik, aos 26/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos, Alvaro Pereira; Souza (Wellington - Intervalo), Maicon, Ganso, Pabon; Osvaldo (Ademilson, aos 39/2ºT) e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.



 

 


3 Comentários | Incluir Comentário

Pré-jogo: Corinthians x São Paulo - 06:31 PM, 8/3/2014

 

 

Corinthians x São Paulo - 09/03/14 - Pacaembu - Campeonato Paulista


   Neste domingo acontece no estádio do Pacaembu con certeza o clássico que hoje atrai mais atenção da midia e de maior rivalidade nos últimos anos. São Paulo e Corinthians entram em campo em situações totalmente diferentes nesse campeonato. Enquanto o Tricolor já está classificado para as quartas de final do campeonato, o rival alvi negro luta para ao menos conseguir a clássificação como segundo colocado do grupo B.

   Mas se engana quem acha que esse clássico não tem importância para o São Paulo, tem muita coisa em jogo nessa partida para o Tricolor. Além da vitória dar a oportunidade do time se firmar como lider do grupo, esse jogo é a grande oportunidade desse elenco de mostrar que essas sequência de bom futebol e vitórias nos últimos jogos não é pelo fato de enfrentar adversários considerados pequenos. É a chance do São Paulo deixar de lado toda a fama de amarelão que esse elenco (ou boa parte dele) ganhou por causa da campanha do último ano. Sem falar de acabar com essa ridícula e horrível história de não ganhar clássicos. 

   Vamos ser sinceros, nos últimos jogos contra o time de Parque São Jorge, o São Paulo pipocou demais, salvo um ou outro jogo, mas na hora que precisou decidir de verdade os medalhões do São Paulo pipocaram, passaram vergonha. O que me da esperança nesse jogo é que algumas peças foram trocadas, o ambiente parece ser melhor do que outros tempos e analisando os útlimos jogos, o Tricolor vem jogando melhor. Pode pesar o fato do Pacaembu estár cheio e com 95% de torcida adversária, mas não adianta mais ficar dando desculpas, a hora de mostrar que esse elenco não é pipoqueiro é esse. 

   Muricy ainda não confirmou a escalação do time, mas como terá todo o elenco à disposição, incluindo Álvaro Pereira que volta de viagem pela seleção do Uruguai e de Pabón que estáva com dores, o time não deve ser diferente desse.: Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlo e Álvaro Pereira; Souza, Maicon e Ganso; Pabón, Luis Fabiano e Osvaldo.

   Luis Fabiano e Ganso, são nessas horas que os verdadeiras ídolos e craques aparecem, dou um voto de confiança a cada um, basta vencer, ai as coisas vão fluir naturalmente.


0 Comentários | Incluir Comentário

A multa da discórdia. - 02:53 AM, 7/3/2014

  

    Durante a negociação entre São Paulo e Corinthians, onde foi concretizada a troca de Jadson por Pato, toda a imprensa esportiva divulgou que Pato ficaria por empréstimo até o final de 2015 e não poderia jogar contra o Corinthians a não ser que pagasse uma multa. Já o Jadson, ficaria em definitivo a partir do começo de 2015, mas até o final de 2014, ele também não poderia jogar contra o Tricolor, a não ser que a tal multa fosse paga,  e nada mais sobre isso foi falado. Até a véspera do Majestoso. E pra váriar, um monte de informações divergente e desencontrada pipocam na mída.

   Esse blog não é feito por um jornalista, não tem acesso aos bastidores do futebol, não divulga noticia baseado em informação de uma fonte segura. Aqui é um lugar de opinião, de analise das noticias e acontecimentos do dia do Tricolor, e principalmente um lugar para que possamos conversar e discutir sobre o Soberano e sobre o futebol. Mas mesmo um blog escrito por um torcedor de arquibancada que não tem ligação nenhuma com o jornalismo, percebe que essas noticias divulgadas nos últimos 2 dias não é o melhor tipo de jornalismo. Informações baseadas em clubismo, em "achismos", em "ouvi falar"  realmente não é a melhor forma de deixar o torcedor bem informado.

   Para ilustrar o que eu digo, em apenas 30 minutos ouvindo rádio, vendo tv e vendo sites esportivos, ouvi  e li que não existe multa para Jadson jogar, vi também que a multa era de R$ 1 milhão. Outra noticia era que a multa na verdade é de R$ 5 milhões. Ouvi também que o que impede o jogador de enfrentar o ex clube é um acordo verbal. E lógio, não poderia deixar de ler e ouvir que na verdade o São Paulo está morrendo de medo de Jadson e por isso não quer que ele jogue. Ou seja, tudo foi falado, mas nada foi informado.

   Pessoalmente, acho besteira esse negocio de jogador emprestado não poder jogar contra o ex clube, mas isso não é problema agora. O negocio é que não vi nenhum orgão de imprensa dar alguma informação relevante, precisa. Em alguns casos, claramente o clubismo falou mais alto que o profissionalismo. Não me interessa se Jadson está jogando bem, ou se existe ou não multa, qual o valor da multa, o que me interessa, e acho que a todos, é que a imprensa não faça o que está fazendo, jogando um monte de informações ao vento. Informe, e se não tiver certeza, não escreva, fale ou divulgue.


0 Comentários | Incluir Comentário

Goleada convincente!!! - 03:07 AM, 6/3/2014

     


    E o Audax tentou ser audacioso e acabou sucubindo no Morumbi. Sei que o trocadilho foi infame e sem graça, peço descupas, mas ele pode resumir bem o que foi o jogo. Depois de jogar muito bem contra Santos e Palmeiras o Audax tentou repetir o mesmo esquema de toque de bola curto e preciso a partir do goleiro, mas não contava com o preparo que o Muricy fez para esse jogo . Durante toda a semana ele enfatizou nas entrevistas que iria treinar o time focado para enfrentar esse esquema do Audax e conseguiu.

    Logo no começo do jogo já ficou claro que o São Paulo não daria chance para o Audax fazer o seu jogo, aos 2 minutos o Tricolor roubou a bola na entrada da área e Ganso levou azar e chutou a bola na trave. E isso se repetiu algumas vezes nos primeiros 15 minutos, com o time sufocando o adversário, se não roubando a bola perto da área, os zagueiros tinham que evitar que a bola saísse da área nas cobranças de tiro de meta, fazendo a cobrança ser refeita. Luis Fabiano e Osvaldo infernizavam a zaga do Audax com muita movimentação e marcação pressão. Em uma roubada de bola, Luis Fabiano entrou na área, driblou o zagueiro e quando ia chutar foi calçado, penalti que o juiz não marcou. 

    Apesar do São Paulo jogar bem, ter as principais chances, a marcação no meio de campo estava um pouco fraca. Isso permitiu que o Audax chegasse algumas vezes próximo a área. Mas Rogério Ceni estava muito seguro e Rodrigo Caio foi muito bem quando exigido. E assim o primeiro tempo chegou ao fim, com o São Paulo jogando melhor, criando, botando bola na trave mas não marcando.

    O segundo tempo não foi diferente, o São Paulo continuou jogando bem com muita pressão, fazendo com que o adversário errasse muito. E em um desses erros, Osvaldo, que jogou muito bem, roubou uma bola e sofreu falta dura, segundo cartão amarelo e expulsão do zagueiro. Se antes da expulsão o São Paulo já estava muito melhor e fatalmente iria marcar, após a expulsão o caminho ficou mais fácil ainda. Pabón e Luis Fabiano começaram uma parceria que tem tudo pra dar certo mais vezes. No primeiro gol Pabón cruzou na cabeça do artilheiro que não perdoou. Já no segundo, Ganso roubou a bola tocou para Pabón que deu um passe lindo para Luis Fabiano que tocou rasteiro para o segundo gol.

    O terceiro e quartos gols de uma certa forma foram parecidos, Osvaldo roubou mais uma vez a bola da zaga e tocou por cima do goleiro, um belo gol que Osvaldo mereceu pois jogou muito bem, um dos melhores do jogo. O quarto gol Souza aproveitou passe errado do zagueiro, driblou o zagueiro, entortou o goleiro e fez um lindo gol, fechando o placar em 4 a 0, um resultado justo e do tamanho do empenho e do bom futebol do São Paulo nesse jogo.

    Lógico que não poderia encerrar sem comentar a atuação de alguns jogadores. Muitos sabem que eu sou um baita critico do Luis Fabiano e eu realmente achava que ele tomaria o terceiro cartão amarelo e ficaria fora do clássico, mas mesmo com o juiz errando contra ele, o camisa 9 jogou muito bem, se movimentou, lutou, marcou pressão, roubou bolas e fez dois belos gols, com certeza foi o melhor em campo. Osvaldo e Pabón jogaram muito bem, deram muitos bons passes, roubaram a bola e principalmente Pabón mostra que pode ser um cara muito versátil, pois pode ajudar na armação e também finalizar. 

    E agora, Ganso. Hoje ele ajudou muito o time na marcação pressão, se apresentou, chutou e só não marcou por azar da bola bater na trave. No segundo tempo cansou mas mesmo assim toda vez que errava um passe ia atras, dava carrinho, deiferente do que vinha fazendo. Ainda não é o Ganso que a gente sabe que pode ser, mas pela segunda vez mostrou que pode ajudar o time, foi muito útil. 

   Uma ótima atuação do São Paulo, parabéns ao Muricy que conseguiu fazer os jogadores lutarem e jogarem para evitar que o Audax fizesse o seu jogo. Não ganhou o jogo por causa dos erros do adversário, os erros só aconteceram porque o São Paulo pressionou. A expulsão só aconteceu por causa disso também. Uma ótima partida e da moral para o clássico. Ai a história é outra, e mesmo classificado, esse clássico é de suma importância.


FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 4 X 0 0SASCO AUDAX

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 5/3/2014 – 22h
Árbitro: Antônio Batista do Prado
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon e Claudenir Donizeti Gonçalves
Público/renda: R$ 132.300,00/5491 pagantes
Cartões amarelos: Ganso (SAO) André Castro (AUD)
Cartões vermelhos: André Castro (2'/2ºT)

GOLS: Luis Fabiano, 6'/2ºT (1-0); Luis Fabiano, 8'/2ºT (2-0); Osvaldo, 16'2ºT (3-0); Souza, 31/2ºT (4-0)

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Maicon (Wellington - 24'/2ºT), Souza (Lucas Evangelista - 36'/2ºT), Pabón, Ganso, Osvaldo; Luis Fabiano (Ademilson - 17'/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho


OSASCO AUDAX: Felipe Alves, Velicka, João Paulo, Francis (Edinei - 23'/2ºT), André Castro; Camacho, Didi, Diego, Rafinha (Marquinhos - 28'/2ºT); Thiago Silvy e Denilson (Matheusinho - intervalo). Técnico: Fernando Diniz


 


1 Comentários | Incluir Comentário

Futebol, violência e hipocrisia!! - 09:48 PM, 3/3/2014

 

   Nas últimas semanas a violência voltou a ser assunto no mundo esportivo. Após o clássico entre São Paulo e Santos, um torcedor do Santos foi espancado até a morte enquanto saia da quadra da torcida Jovem, localizada na Radial Lesta na Penha. Não vou me aprofundar nesse assassinato em si pois a policia esta investigando e não quero cair na armadilha de acusar sem provas, defender sem merecimento entre outras coisas. Mas esse acontecimento é mais uma oportunidade para que um monte de pessoas, jornalistas, promotores, politícos e autoridades  desfilemsuas  hipocrisia, defendam medidas sem efetividade nenhuma ou simplesmente ganhe seus 15 minutos de fama, enquanto isso mais uma família chore a perda de mais um ente.

   Primeiro não podemos nos esquecer que o futebol sempre gerou esse sentimento de disputa, de divergência e isso sempre causou brigas. Não é difícil achar jornais antigos, dos anos 1910, 1920, com reportagens e noticias de brigas nas arquibancadas. Também não é difícil ver jornalistas brigando por terem opiniões diferentes sobre um lance, um erro de juiz. É só fazer uma pesquisa muito rápida no youtube por exemplo e acharemos muitas brigas nos programas de rádio e tvs, inclusive de jornalistas famosos. Sem falar nos jornalistas que adoram dizer que torcem para um time e gostam de ofender e fazer piadas sobre o time adversário, novamente é só fazer uma pesquisa que acharemos um monte dessas provocações. Sem falar nas brigas de jogadores em campo.

   Não estou dizendo que a culpa é da imprensa, ou dos jogadores, estaria muito errado em afirmar isso, O que eu quis mostrar é que a violência no futebol em si não tem um culpado, sempre que existir uma disputa sempre teremos a possibilidade de alguma violência. 

   Agora o que aconteceu na semana passada, e em outras muitas situações que vimos na midia, sem falar naqueles que não ficamos sabendo, não é violência de futebol em si, e sim uma guerra entre grupos que querem manter o poder, que querem dominar (não sei o que), mostrar sua força. Essas brigas não tem relação com o esporte, pouco importa se o time ganhou ou perdeu, alias pouco importa se o time jogou ou não, e um exemplo disso foi um sãopaulino espancado por santistas na semana passada após o Tricolor jogar contra o São Bernardo, só um exemplo de como o futebol em si não tem nada a ver com isso. 

   E ai que aparece a hipocrisia das autoridades. Como normalmente as torcidas organizadas tem grande influência nos clubes, tem muitos votos em potêncial, um monte de medidas são tomadas, se proibem camisas, faixas, bandeiras, mas quem cometeu o crime não é preso, e se por acaso tem alguém preso, logo é solto. Na verdade as organizadas possuem em sua grande maioria pessoas que amam o time e vão para torcer e apoiar de um jeito mais apaixonado, e essas medidas hipócritas só servem para punir as pessoas que não cometeram o crime, pois quem errou continua solto, e muitas vezes dentro do estadio.

   Para ilustrar o que eu estou falando, tenho dois casos bem claro de autoridades que fingem querer resolver isso. Em 1995 um promotor fez um escarcéu, proibiu torcida organizada de ir ao estadio com seu material, instrumentos, ia nas sedes fazer palestrar e discursos, mas não aconteceu nenhuma prisão, e as mortes que eram raras no futebol, começou a aumentar, e como as torcidas estavam sem identificação, ficou muito mais dificil controlar. E sabe o que aconteceu com esse promotor? VIrou deputado estadual e não fez nenhum projeto de lei que ajudasse a resolver esse problema.

   Já o segundo caso foi durante a transmissão do carnaval pela Jovem Pan, no Anhembi sabado agora. Um delegado de policia falava sobre o perigo do desfile de segunda feira, e falou que chamou uma das torcidas para conversar mas ela se recusou pois não tinha cabeça para isso, só faltou o delegado pedir desculpas para os lideres de torcida. Fiquei chocado com a atitude do delegado, simplesmente mostrou o medo que tem desses caras. Se o problema é segurança, não tem essa de convidar a conversar, convoque logo, de uma intimação e exija explicações. 

  Não estou dizendo que é fácil resolver isso, e confesso que dentro do estádio a violência diminuiu muito. Só não vai conseguir acabar em 100% pois como disse durante esse longo texto, futebol sempre fara os ânimos ficarem quentes e brigas aconteceram. Agora essa guerra que acontece entre organizadas, com essas medidas que estão tomando nada acontecera pois para esses proibir uma camisa ou faixa de entrar no estádio não mudara nada. Eu sou sócio de uma torcida organizada ha muitos anos, e assim como eu, a enorme maioria não tem sequer uma passagem pela policia, então por que temos que ser proibidos? Espero ver medidas que sirvam para punir quem realmente comete o crime, e também que se tenha uma ação educacional muito grande para ensinar as crianças a serem cidadãos, mostrar o quanto é errado esse tipo de coisa, pois só punir não adianta muita coisa.


1 Comentários | Incluir Comentário

Jogou bem, mas não ganhou!!! - 09:50 PM, 23/2/2014

   


   O martírio do São Paulo em clássicos continua, mais um jogo sem vitória contra os rivais do estado. Com o empate de hoje agora são 12 jogos sem vitórias, são sete derrotas e cinco empates. Mas apesar do empate em 0 a 0, o jogo foi bom, movimentado e com o São Paulo jogando bem. Na verdade o empate foi muito injusto pois só o São Paulo procurou o jogo, criou muitas jogadas. O Santos também chegou e Rogério Ceni trabalhou bastante no jogo, mas as chegadas santistas se deram por falhas individuais do Tricolor.

   Muricy surpreendeu e mudou a equipe, deixou Ganso no banco e colocou Douglas para jogar no ataque, recuando um pouco Pábon que jogou vindo mais pelo meio. E tirando os 10 primeiros minutos onde o time falhou muito, principalmente Paulo Miranda, Rodrigo Caio e Rogério Ceni. O goleiro tentou sair jogando e deu a bola no pé do atacante santista e o gol só não aconteceu pois o próprio goleiro se redimiu na jogada e salvou o gol. Mas depois do começo ruim, o time foi se arrumando e tomando conta do jogo, criando muitas jogadas. Luis Fabiano, que eu critiquei muito, vem jogando bem, longe de ser aquele craque de antes, mas está se movimentando, tentando, aparecendo pro jogo, dando opção para tabelar. Uma pena que não conseguiu fazer o gol, e um pouco por culpa dele que entrou em impedimentos algumas vezes e um pouco por culpa do juiz que deu um impedimento ridículo em um lance claro de gol onde o goleiro Aranha fez penalti. Além de Luis Fabiano, Pabón jogou muito bem, foi uma ótima contratação e tem tudo pra dar certo. Álvaro Pereira novamente foi muito bem, principalmente no primeiro tempo. É impressionante o quanto ele se dedica, corre atrás e tem um bom futebol.

   Além desses destaques, gostei muito da movimentação dos jogadores de meio, Maicon, Souza tiveram atuações boas. Eu sei que Maicon, Douglas não são jogadores excelentes, muitos acham que nem no banco deveriam ficar, mas hoje a bola passou pelo meio com rápidez, a bola chegou no ataque sempre com perigo, principalmente por Maicon e Pábon. Douglas errou muitos passes, mas se movimentou muito bem. Osvaldo também apareceu bem e foi aplaudido no final do jogo.

   Mas apesar de ter atuado de uma forma melhor, o time apresentou problemas, principalmente Paulo Miranda que errou muitos passes e Rodrigo Caio, errou tempo de bola, perdeu divididas fáceis, quase entregou um gol no segundo tempo por displicência. foi a pior Partida que vi do bom Rodrigo Caio. Outra coisa que eu não deu certo foram as substituições, Ademilson entrou no lugar de Osvaldo e foi muito mal, perdemos o poder de ataque. E Ganso que entrou e pra váriar não fez nada, incluisive o time parou depois que eles entraram.

   O Ganso alias merece um paragrafo só pra ele nesse texto. Eu sei que estou pegando no pé dele, sei também que ele sabe jogar futebol, é habilidos, mas não esta jogando nada, pior, não está nem tentando. A bola chega nele e para, não carrega a bola, não vai pra cima, fica parado esperando alguém aparecer. Em um determinado lance, ele deu uma caneta linda no zagueiro, mas logo na sequência deu um passe ridículo que estragou o ataque e o Santos quase marcou na volta.

   No fim acho que o empate foi injusto, São Paulo merecia ganhar. E quase que o juizão estraga a partida pois deu um penalti pro Santos em um lance de claro impedimento. O bandeirinha deu a irregularidade mas ao invés de manter a bandeira levantada, abaixou, ai a confusão se instalou, mas pro bem do jogo, a correção foi feita. Um jogo bom, movimentado, São Paulo melhor, mas tem que ganhar.


FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 0 SANTOS

Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/Horário: 23/02/2014 - 16h
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse
Renda/Público: R$ 429.610,00/16.337 pessoas
Cartões amarelos: Rodrigo Caio, Alvaro Pereira e Osvaldo (SAO); Geuvânio, Neto, Cicinho e Gustavo Henrique (SAN)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Souza, Maicon e Pabon; Douglas (Ganso - 29'/2ºT), Osvaldo (Ademilson - 36'/2ºT) e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho

SANTOS: Aranha; Cicinho, Neto, Gustavo Henrique e Mena; Arouca, Alan Santos (Gabriel - 40'/2ºT) e Cícero; Geuvânio (Rildo - 23'/2ºT), Thiago Ribeiro e Leandro Damião. Técnico: Oswaldo de Oliveira



 


1 Comentários | Incluir Comentário

Pré-jogo: São Bernardo x São Paulo - 12:17 AM, 20/2/2014

               

 

São Bernardo x São Paulo - 20/02/14 - Estádio 1º de Maio - Campeonato Paulista


    Após o empate contra a Portuguesa jogando em casa, o Tricolor vai até o ABC Paulista para enfrentar o São Bernardo pela nona rodada do Paulistão para continuar no encalço do Penapolense que assumiu a liderança na útlima rodada.

    No último treino, o treinador Muricy fez mistério e não abriu o treino tático para a imprensa e muito menos divulgou o time que entra em campo nessa quinta feira. O que se tem certeza é que o lateral esquerdo Álvaro Pereira retorna à equipe após cumprir suspensão e Rodrigo Caio também retorna mas provavelmente no meio no lugar do suspenso Wellington. Assim Roger Carvalho continua na zaga.

    Outra novidade que pode acontecer é a entrada do atacante Ewandro no time titular. Osvaldo e Ademilson não estão agradando e a chance pode aparecer para o garoto de 17 anos. A provavel escalação do São Paulo é: Rogério Ceni, Luis Ricardo, Roger Carvalho, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Rodrigo Caio, Souza e Ganso, Pábon, Ewandro e Luis Fabiano. 

    O útimo jogo contra a Portuguesa, o time mesmo desfalcado fez talvez a sua melhor apresentação no campeontao, e com o retorno de Álvaro Pereira e principalmente Rodrigo Caio como volante tem tudo para deixar o time um pouco mais consistente pois vejo Rodrigo Caio jogando melhor como volante. Já a entrada do garoto Ewandro tras um gás novo para o ataque já que principalmente Osvaldo e Ademilson não estão bem. 

    Ainda acho que um esquema com um a mais no meio e com dois atacantes, daria um melhor poder de marcação e deixaria o Ganso menos sobrecarregado (se bem que o fraco futebol não tem nada a ver com o esquema tático), mas Muricy sabe bem o elenco que tem e está tentando dar um padrão tático à equipe, e a torcida Tricolor sabe que Muricy Ramalho tem muiita capacidade de fazer esse time andar.

 


1 Comentários | Incluir Comentário

Finalmente Pato foi apresentado!!! - 01:52 AM, 19/2/2014

 

     E finalmente Alexandre Pato foi apresentado como jogador do Tricolor. Apesar de já estar treinando à uma semana com o elenco, ele não havia sido apresentado por conta de pendências financeira com o Corinthians, o que impedia o jogador de assinar com o São Paulo.

     O que ficou marcado para mim nessa entrevista, foi a postura otimista do jogador em relação ao seu futuro no futebol. Pelo menos no discurs o jogador foi bem, mostrou nas suas palavrar que pensa em fazer o seu melhor para o São Paulo ganhar títulos, falou bem do novos companheiros,agradeceu a maneira como foi recebido pelo capitão Rogério Ceni e pelo treinador Murcy Ramalho, e principalmente não precisou atacar a torcida do ex-clube para exaltar a torcida Tricolor (como fez o infeliz do Jadson), que mostrou sua força no pior momento da história do São Paulo.

    Enfim, agora é apoiar. Não adianta ficar xingando na arquibancada, principalmente nos jogos do Paulistão já que ele não pode jogar esse campeonato. Vamos esperar ele estrear, mostrar se esse discurso da entrevista vai ser transformado em vontade de vencer, de ganhar títulos.


1 Comentários | Incluir Comentário

Empate em casa!!! - 01:32 AM, 16/2/2014

           



   São Paulo não saiu de um simples empate por 0 a 0 com a Portuguesa no estadio do Morumbi pela oitava rodada do campeonato paulista. Com o empate, o Tricolor perdeu o aproveitamento de 100% no seu estádio, mas manteve a invencibiliade em casa e também continua na liderança do grupo A do campeonato.

    Apesar do resultado não ser o melhor resultado para o São Paulo, não achei justas as vaias ao final do jog,o afinal pela primeira vez no campeonato vimos o time lutando do começo ao fim, criando boas jogadas, levando perigo ao gol adversário. O ataque se movimentou bem, variou algumas jogadas, o gol não saiu por falta de pontaria, boa participação do goleiro e um pouco de azar também. Luis Fabiano se movimentou bastante, procurou o jogo e foi bem diferente da apatia que se viu em outros jogos. Pabón foi outro que tentou bastante e um dos poucos, se não o único, que tem coragem de chutar de longe. Em pelo menos duas oportunidades esses chutes levaram muito perigo ao goleiro da Lusa.

  Ainda que tenhamos visto uma grande evolução no time, não podemos nos empolgar pois o time apresentou problemas, principalmente na defesa. Em vários momentos a Portuguesa chegou ao gol com perigo, principalmente nas bolas aéreas. O lado direito da nossa defesa foi pavorosa na marcação, Luis Ricardo foi muito mal na parte defensiva. Roger Carvalho sentiu o ritmo de jogo, Wellington alternou bons e maus momentos. No meio, Souza também não comprometeu e esta se entrosando com o time. Já Ademilson continua o mesmo, corre, tenta, mas perde lances bobos, as vezes tenta enfeitar um lance simples e perde a bola.

   Bom, agora vem a parte em que parece que eu persigo o Ganso. Mas não é perseguição, quem está acompanhando os jogos do São Paulo podem comprovar o quanto esse jogador está mal. Não se movimenta, com a bola nos pés fica parado sem ter iniciativa, esperando alguém se livrar da marcação. Mas Ganso, você é nosso armador, tem que achar os espaços, se não tiver esses espaços, carregue a bola, tente driblar, chutar de média distância. Em toda a partida, somente em um lance tentou ir pra cima e chutar ao gol. Muito pouco para um jogador que tem a capacidade desse jogador. Estou começando achar que a tal troca entre Wagner e Osvaldo tem que ser feita, ao menos teremos uma sombra para que o Ganso acorde por medo de ir para o banco.

    O São Paulo tem que melhorar muito, e não podemos nos esquecer que tivemos desfalques hoje, e mesmo assim a postura hoje foi boa apesar dos erros. Se o futebol fosse algo justo, a vitória teria que ser do Tricolor. Parabéns para a torcida que apesar de vaiar no final, apoiou durante o jogo e enfrentou um dia de muita chuva para ver o a partida.


FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 0 X 0 PORTUGUESA

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 15/2/2014 - 21h00 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra
Auxiliares: Herman Brumel Vani e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
Renda/público: R$ 246,405,00/9.745 pagantes
Cartões amarelos: Wellington (SPO); Renan e Tom (POR)
Cartões vermelhos: Nenhum.
GOLS: Nenhum.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Luís Ricardo, Roger Carvalho, Antônio Carlos e Reinaldo; Wellington (Denílson, 00'/2ºT), Souza e Paulo Henrique Ganso; Ademilson (Osvaldo, 20'/2ºT), Luis fabiano e Pabón. Técnico: Muricy Ramalho.

PORTUGUESA: Tom; Régis, Diego Augusto, Willian Magrão e Bryan; Renan, Rondinelly (Djair, 30'/2ºT), Rudnei e Wanderson (Gabriel, 37'/2ºT); Leandro e Henrique (Caio, 23'/2ºT). Técnico: Argel Fucks
.


 


2 Comentários | Incluir Comentário

Pré-jogo: São Paulo x Portuguesa - 01:03 AM, 15/2/2014

 

 

São Paulo x Portugues - 15/02/14 - Morumbi - Campeonato Paulista


   Pela oitava rodada do campeonato paulista, o São Paulo volta a campo para enfrentar a Portuguesa para manter a liderança do grupo A e a invecibilidade no Cicero Pompeu de Toledo (foram 4 jogos e 4 vitórias no Paulistão).

    Para esse jogo, possivelmente Muricy manterá o mesmo esquema mas será obrigado a mudar a escalação, afinal Rodigo Caio e Álvaro Pereira estão suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, Roger Carvalho, zagueiro contratado em 2013 e que ainda não jogou por ter uma série contusão, ganha uma chance e provavelmente formara a zagua ao lado de Antônio Carlos.

   Sinceramente torço muito para que Roger Carvalho faça uma grande partida e possca convencer Muricy a voltar a colocar Rodrigo Caio como volante. Na verdade além de Muricy, o próprio Rodrigo Caio tem que se convencer que será mais útil como volante. Sem falar que Roger Carvalho jogando bem, pode dar opções ao treinador para poder variar o esquema tático, usando três zagueiros, sendo Rodrigo Caio como libero.

   Além de Roger Carvalho, que provavelmente estreará na zaga, Reinaldo volta na lateral esquerda substituindo o uruguaio Álvaro Pereira. Assim a provável escalação será: Rogério Ceni, Luis Ricardo, Roger Carvalho, Antônio Carlos e Reinaldo; Wellington, Souza e Ganso, Pabon, Osvaldo (Ademílson) e Luis Fabiano.

   O jogo será no horrível horário das 21:00 horas do sábado e os ingressos serão vendidos na bilheteria até as 17:00 horas. Isso porque como se trata de um clássico, a policia orienta ao mandante do jogo que se venda ingressos até 4 horas do início da partida. Mais uma daquelas ações inócuas para tentar acabar com violência. Não preciso nem dizer o quanto essa medida é ridícua


1 Comentários | Incluir Comentário

Seja bem vindo Pato. Mas preste atenção!!! - 11:38 PM, 11/2/2014

 

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

 

   Mesmo ainda sem assinar contrato por pendências com o ex-clube, Pato já se apresentou no CT da Barra Funda e até treinou com o time.

  Não sou daqueles que xingam ou protestam contra a contratação do jogador. Não achei o ideal mas já que foi contratado, vamos apoiar. E por isso dou as boas vindas ao jogador e vou torcer muito pelo seu sucesso no TRICOLOR MAIS QUERIDO DO BRASIL.

   Agora Pato, fica o recado: Você sabe jogar bola, já provou isso, e se não deu certo no outro clube, não é problema nosso e isso ficou no passado. Agora você está no São Paulo, aqui o negócio é sério. Aqui não tem oba oba, nossa torcida não fica fazendo musiquinhas para aparecer a letra em transmissão da Globo. Nós não gritamos "vai" São Paulo, aqui é "VAMOS TRICOLOR" pois o time não vai a lugar nenhum sem a nação Tricolor, sempre estamos juntos.

  Mas assim como  apoia, nossa torcida cobra também e cobra muito. Não daquele jeito para aparecer na mídia, fazendo um monte de coisas para aparecer nos programas policiais e de fofoca, aqui a cobrança é cara a cara. E você já sabe disso pois nem jogou e uma parte já protestou. Cabe a você mudar isso com futebol, gols, raça, gana. Mire o exemplo de outros jogadores como Edmilsom que já teve expulsão comemorada e ao sair foi ovacionado pela torcida. Rai também demorou para se dar bem no time mas depois se transformou em um dos maiores ídolos de todos os tempos.

   Só depende de você, respeite a sua carreira e principalmente ao clube que abriu as portas para você. Honre esse manto! 

 

 

Rubens ChFotoiri / saopaulofc.net 


1 Comentários | Incluir Comentário

O "meio sucesso" de Cotia!!! - 11:09 PM, 11/2/2014

   Hoje parei em frente a tv e assiti o jogo do Santos contra o Comercial pelo campeonato paulista e durante a partida, o time do Santos me fez pensar muito na politica do São Paulo com relação as categorias de base e o tão falado e famoso CT de Cotia, exclusivo para todas as categorias de base do Tricolor.

   Primeiramente sobre o jogo, muito fácil para o Santos até porque o Comercial é muito fraco, foi uma partida bem chata de se assistir. A única coisa que se salvou foi ver o moleque da base dele, o Geuvanio (isso mesmo, com U, não está errado). Fez dois gols e mostrou muita personalidade. E durante o intervalo eu ligueio rádio e os comentários basicamente eram sobre a facilidade com que o Santos revela jogador. Brota jogador lá na baixada santista. E ai parei pra pensar se o CT de Cotia estava cumprindo o seu papel. Cheguei a conclusão que dependendo do ponto de vista, o CT é um sucesso.

   Explico! Quando se pensa em ter uma categoria de base forte, se pensa tanto no retorno financeiro como no retorno técnico. E nos últimos anos, o São Paulo é o clube que tem mais lançado jovens jogadores no mercado. Muitos nem tem grande repercussão no time principal, mas são vendidos por bons valores para times da Europa. Fazendo um excercício rápido de memória, Casemiro, Lucas, Lucas Piazon, Bruno Uvine, Aislan, Oscar, todos foram criados no CT de Cotia e todos deram retorno financeiro ao clube. E desses ai que eu citei, pelo que eu sei somente Aislan não conseguiu se firmar em algum bom time na Europa.

   Agora se o retorno financeiro é excelente, não da pra dizer o mesmo do retorno técnico. De todos que eu falei, somente Lucas foi um grande nome no São Paulo, foi fundamental na conquista da Sulamericana em 2012, mesmo assim ficou pouco tempo. Casemiro jogou de titular mas nunca foi unanimidade e nunca se firmou. Os outros nem jogar direito conseguiram. 

   E essa é a maior diferença entre o São Paulo e Santos quando o assunto é revelar jogador. Ambos tem boa estruturas, estão ganhando campeonatos de várias categoria, mas o Santos consegue abastecer o time profissional com bons jogadores, já o São Paulo parece estar voltado mais para o mercado financeiro. Não desprezo a eficiência do CT de Cotia em geral recursos para o São Paulo, mas acho que depois de tantas contratações que não deram certo, inclusive de jogadores considerados medalhões, talvez seja a hora de mudar um pouquinho a politica nessa área e tentar gerar jogador que atue no time profissional com mais personalidade.

   O principal passo para iss  é integar mais o time principal com as categorias de base, mostrar que eles são o futuro do São Paulo e que fazer história no clube é importante para a sua carreira. Cotia precisa deixar de ser só vitrine e passar a ser também um fornecedor de jogadores para o Muricy trabalhar. Até porque um jogador vindo da base e tendo sucesso no time principal vai se valorizar muito mais e a arrecadação em cima disso é maior, pois terá mais bilheteria, prêmios por conquista de campeonato e em uma fututa venda o valor a ser pago fica muito maior.


2 Comentários | Incluir Comentário

E o Ganso??????????? - 01:01 AM, 10/2/2014

     Esse lance que vou descrever resume com perfeição o que é o São Paulo hoje: Rogério toca para Rodrigo Caio que abre para Antônio Carlos, ele carrega e toca para Wellington que toca para Souza, ele pega a bola e joga para Lucas Envagelista que volta para Souza, abre para Álvaro que sem opção toca para Souza novamente. Por fim, ele tenta lançar mas a zaga corta. Foram OITO PASSES, isso mesmo OITO PASSES no meio de campo e nenhuma vez a bola passou pelos pés do camisa 10. 

     Isso resume o São Paulo, um time que até esta tentando um padrão de jogo, com estreantes que não foram o que se esperava mas isso é normal, um time burocrático pois as estrelas e aqueles que podem fazer algo a mais simplesmente se escondem, somem. Hoje novamente Ganso não fez nada. OITO PASSES NO MEIO E NENHUM DELES PASSOU SEQUER PERTO DO CAMISA 10.  

     Sem mais sobre o jogo de hoje



FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 2X 1 SÃO PAULO

Local: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data/hora: 09/02/2014 - 17h
Árbitro: Marcelo Prieto Alfieri
Assistentes: Fabio Rogerio Baesteiro e Risser Jarussi Corrêa
Renda/Público: R$ 95.955,00/  5.900 pagantes
Cartões amarelos: Tchô (PON); Souza, Alvaro Pereira e Rodrigo Caio (SAO)

Gols: Silvinho, 44'/1ºT (1-0); Rogério Ceni, 11'/2ºT (1-1); Alemão (14'/2ºT)

PONTE PRETA: Roberto; Ferrugem, César, Diego Sacoman e Magal; Alef, Fernando Bob e Tchô (Matheus Olavo, 20'/2ºT); Ademir (Rossi, 30'/2ºT), Alemão (Junio, 43'/2ºT) e Silvinho. Técnico: Vadão.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas (Luis Ricardo, 12'/2ºT), Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Souza (32'/2ºT), Wellington e Ganso; Ademilson, Osvaldo (Lucas Evangelista, 22'/2ºT) e Pabon. Técnico: Muricy Ramalho.



 


2 Comentários | Incluir Comentário

Pré-jogo: Ponte Preta x Palmeiras - 10:51 PM, 8/2/2014

 

Ponte Preta x São Paulo - 09/02/2014 - Moisés Lucarelli - Campeonato Paulista


    Com a greve que o sindicato dos atlétas cancelada, o São Paulo entra em campo pela 7º rodada do campeonato paulista para enfrente a Ponte Preta. Será o primeiro jogo entre as duas equipes após a semi-final da copa sulamericana de 2013, só que desta vez a Ponte Preta trabalhou para deixar o estádio dentro do regulamento e a partida será em Campinas com a presença das duas torcidas.

   No treinamento final para a partida, Muricy Ramalho fez a movimentação com portões fechados, sem a presença da imprensa e ainda não definiu a equipe. Mas tudo indica que teremos a estréia dos recém-contratados Pabóm e Souza. Para que os dois joguem, provavelmente Maicon e Ademilson sairão da equipe.

   Concordo com Muricy, se for pra manter a equipe com três atacantes, a marcação no meio de campo tem que ser fortalecida e com Maicon e Souza, apesar de ter alguma qualidade no passe, a marcação fica muito enfraquecida, por isso a escalação de Souza e Wellington é a mais acertada.  O único problema é a sobrecarga que Ganso terá pois será o único responsável pela armação, e ele também não está com tanta vontade assim nos últimos jogos, mas uma hora vai ter que assumir essa responsabilidade. 

    A provável escalação do São Paulo: Rogério Ceni, Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Wellington, Souza e Ganso; Osvaldo, Pabón e Luis Fabiano. Eu ainda prefiro dois atacantes com um a mais no meio ajudando o Ganso no meio, mas se o próprio Ganso não vem mostrando tudo que pode, imagina o sono que o Maicon teria ali junto com ele

    


0 Comentários | Incluir Comentário

O volante que faltava!! - 02:11 AM, 8/2/2014

   O volante Souza se apresentou hoje no São Paulo e já está relacionado para o jogo de domingo contra a Ponte Preta em Campinas. Como Muricy pretente descansar alguns jogadores nessa rodada, provavelmente Souza já jogue nessa partida.

  Souza foi muito bem no Grêmio e chegou animado em jogar no que ele mesmo classificou, no clube mais vencedor do Brasil. Na mesma entrevista, Souza se colocou à disposição do treinador para jogar. Disse também que se sente à vontade em jogar como primeiro volante ou segundo. E pelas entrevistas do Muricy, provavelmente ele jogadra como primeiro volante.

  Provavelmente o São Paulo jogará o Paulistão com essa formação: Rogério Ceni, Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Souza, Maicon e Ganso; Osvaldo, Pabón e Luis Fabiano. Caso Souza jogue de segundo volante, quem sai do time é o Maicon e Wellington joga.

  Apesar de confiar no Muricy e ver alguma pequena evolução no time, tenho dúvidas nessa formação, eu prefiro uma formação mais clássica, colocando dois volantes, nesse caso Rodrigo Caio e Souza, e com dois meias, Maicon e Ganso ou recuando um dos atacantes para ajudar no meio de campo. Ou até um 3-5-2 para liberar mais os laterais, pois o Luis Ricado ataca muito bem e se destacou na Portuguesa como ala, as vezes como Ponta.

    Lembrando que isso é só uma opinião e que não coloquei o Pato no time pois estou pensando no Paulistão onde Pato não pode jogar. Mas Muricy sabe o que faz e como eu disse antes confio muito nele  


1 Comentários | Incluir Comentário

Mais uma vitória no Morumbi!!!! - 11:54 PM, 6/2/2014

 

                           

 

   A rotina de vitória sobre times pequenos continua. Mais uma vez o São Paulo se impôs e levou os três pontos que deixam o Tricolor isolado na liderança ao vencer o Paulista de Jundiai por 2 a 0.

  Se analisarmos os números do São Paulo, a campanha é muito boa. Temos a terceira melhor campanha do campeonato, não empatamos nenhumas, ganhamos todos os jogos em casa (mas praticamente só jogamos em casa) e as derrotas poderiam ser encaradas com normalidade afinal uma foi na estréia e outra em um clássico. Mas os numeros são frios, e apesar de deixarem o time em boa condição, o futebol apresentado ainda esta longe de ser de encher os olhos. As derrotas que seriam normais, foram doidas, mostraram falhas enormes no time, falta de vontade, gana, companheirismo. 

    E hoje não foi muito diferente do que vem acontecendo. Primeiro tempo horrível, principalmente o começo onde o Paulsta até estava melhor. Ganso mais uma vez sumido no jogo, chegou ao cúmulo de estar dentro da área, ai invés de chutar, ir pra cima, não, preferiu virar de costas e procurar alguém que estivesse na lateral, e tocou a bola pra fora da área. A sorte é que o Paulista não tem um poder ofensivo bom e logo o São Pauo não correu perigo. E mesmo não jogando bem acabou marcando o primeiro gol, graças a bola parada, Alvaro Pereira cobrou a bola por baixo no pé do Antônio Carlos que só teve o trabalho de marcar o gol. 

      Já no segundo tempo o time voltou melhor, criou boas jogadas principalmente pela esquerda com Alvaro Pereira e com Osvaldo. Novamente o Uruguaio foi muito bem,  criou várias jogadas pela esquerda, desarmou bem, muita garra e vontade, um exemplo para os outros jogadores. 

      Ganso apareceu em algumas jogadas no segundo tempo, mas nada que fizesse mudar minha opinião e acha-lo um super jogador. Já Luis Fabiano também se movimentou bastante, chegou em pelo menos três vezes com perigo ao gol, e em uma dessas chegadas, após boa jogada de Osvaldo, fez o segundo gol e decretou a vitória do time. Alias depois do gol não aconteceu mais nada no jogo, literalmente se o juiz tivesses acabado após o gol, não seria errado.

      Ficou claro também que precisamos logo da chegada do Souza e do Pabón, pois não da pra contar com Maicon, ele é muito desligado e só joga quando quer. Já Ademílson e Osvaldo até que tentam, mas não passam de jogadores para compor elenco, e só. 

      E por fim, a torcida não esperou Pato estreiar e criticou muito a diretoria e o próprio jogador. Incluvive Pato conseguiu fazer Luis Fabiano ficar de bem com a torcida que gritou o seu nome o jogo todo, deixando claro que não quer o Pato no lugar dele. Eu achei precipitado um pouco, sinceramente não queria a troca, mas já que vem, vamos esperar ao menos estreiar. Sem falar que pelas declarações de Rogério Ceni e Luis Fabiano, não gostaram muito da saída do Jadson, ele tinha um ótimo relacionamento com o elenco.


FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 0 PAULISTA

Data/Horário: 6/2/2014, às 19h30
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Público/Renda: 6.593 pagantes/ R$ 164.435,00
Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva
Cartões amarelos: Lusmar, Esquerdinha e Mineiro (PTA)


GOLS: Antonio Carlos, 30’ 1º/T (1-0) e Luis Fabiano, 16’/2ºT (2-0)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antonio Carlos (Paulo Miranda, 35’/2ºT)) e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon e PH Ganso; Ademilson (Gabriel Boschilia, 44’/2ºT), Luis Fabiano (Ewandro, 37’/2ºT) e Osvaldo. Técnico: Muricy Ramalho.

PAULISTA: Juliano; Raul (Umberto, 19’/2ºT), Diego Santos, Emerson e Jeff Silva; Mineiro, Lusmar, Esquerdinha (Carlão, 17’/2ºT) e Dinelson (Márcio Pitt, 29’/2ºT); Jô e David. Técnico: Márcio Bittencourt



 


1 Comentários | Incluir Comentário

Sejam bem vindos!!! - 11:14 PM, 18/1/2014

   

   Com muita alegria inauguro o meu humilde blog, um espaço criado para que possamos falar, opiniar, discutir sobre o nosso querido SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE, e também sobre futebol e esporte em geral.  

    Nesse espaço todos podem dar a sua opinião sobre o que for postado, podem sugerir discussões, discordar e concordar do que for colocado aqui. O nosso foco com certeza é falar sobre o São Paulo, e espero que muitos sãopaulinos entrem aqui para dar a sua opinião, mas torcedores de outros times também são bem vindos, afinal farei de tudo para que esse local seja democrático e sem censura. Na verdade só não será 100% sem censura pois não admitirei nenhum xingamento ou termos perjorativos contra o São Paulo Futebol Clube, no mais, cada um é responsável pelo comentário que escreve.

     Sejam todos bem vindo ao blog TRICOLOR QUERIDO, 

      


1 Comentários | Incluir Comentário